sicnot

Perfil

Ataques em Paris

Ataques em Paris

Ataques em Paris

PSP reforçou vigilâncias em pontos críticos de Lisboa

A PSP reforçou a vigilância nos pontos críticos de Lisboa, como a ponte 25 de Abril e monumentos com maior concentração de turistas, após os atentados de sexta-feira em Paris, disse hoje à Lusa fonte policial.

© Hugo Correia / Reuters

O subcomissário Hugo Abreu, do Comando Metropolitano de Lisboa (Cometlis) da PSP, adiantou que os elementos da PSP reforçaram a vigilância em "todos os pontos considerados críticos" da capital, nomeadamente na ponte 25 de Abril, zona da baixa da capital e locais turísticos com maior concentração de pessoas, como Mosteiro do Jerónimos, Torre de Belém e Centro Cultural de Belém.

Hugo Abreu esclareceu que foram dadas instruções aos elementos que patrulham as ruas para estarem "mais atentos e vigilantes", não tendo sido, porém, aumentado o número de elementos policiais.

Após os atentados de sexta-feira em Paris, a PSP reforçou também a segurança nas embaixadas de França, Reino Unido, Estados Unidos e Alemanha na capital portuguesa, bem como nos aeroportos de Lisboa, Porto e Faro.

Hugo Abreu disse que, no caso das embaixadas, houve um reforço do policiamento e os agentes estão a usar coletes anti-balísticos e armas com maior calibre.

Segundo a PSP, o nível de alerta na área da segurança em Portugal mantém-se depois dos atentados de Paris, sendo este reforço feito por precaução.

Pelo menos 129 pessoas, entre as quais dois portugueses, foram mortas em diversos ataques simultâneos na sexta-feira à noite em Paris, reivindicados pelo grupo extremista Estado Islâmico, e que visaram uma sala de espetáculos, bares, restaurantes e o Estádio de França.

A notícia sobre o reforço da segurança em pontos críticos de Lisboa foi avançada na edição online do Diário Económico.

Lusa

  • O último adeus às vítimas da tragédia de Vila Nova da Rainha
    1:37

    País

    As cerimónias fúnebres das oito vítimas mortais do incêndio na Associação de Vila Nova da Rainha realizaram-se esta terça-feira. Três delas ocorreram em simultâneo na povoação do concelho de Tondela que, no passado sábado, viu a tragédia bater-lhe à porta.

  • Fóssil humano mais antigo encontrado em Portugal entregue ao Museu de Arqueologia
    3:42

    País

    O mais antigo fóssil humano até hoje encontrado em Portugal, o "Crânio da Aroeira", foi entregue no Museu Nacional de Arqueologia, em Lisboa. Em 2014, o fóssil foi encontrado pela equipa do arqueólogo João Zilhão perto de Torres Novas e foi restaurado e estudado na Universidade Complutense de Madrid, durante dois anos e meio.

  • De "lambe rabos" a "labrego", a polémica entre Rodolfo Reis e Bruno de Carvalho
    1:30
  • O Futuro Hoje na maior feira eletrónica de consumo do mundo
    5:14