sicnot

Perfil

Ataques em Paris

Ataques em Paris

Ataques em Paris

PSP reforçou vigilâncias em pontos críticos de Lisboa

A PSP reforçou a vigilância nos pontos críticos de Lisboa, como a ponte 25 de Abril e monumentos com maior concentração de turistas, após os atentados de sexta-feira em Paris, disse hoje à Lusa fonte policial.

© Hugo Correia / Reuters

O subcomissário Hugo Abreu, do Comando Metropolitano de Lisboa (Cometlis) da PSP, adiantou que os elementos da PSP reforçaram a vigilância em "todos os pontos considerados críticos" da capital, nomeadamente na ponte 25 de Abril, zona da baixa da capital e locais turísticos com maior concentração de pessoas, como Mosteiro do Jerónimos, Torre de Belém e Centro Cultural de Belém.

Hugo Abreu esclareceu que foram dadas instruções aos elementos que patrulham as ruas para estarem "mais atentos e vigilantes", não tendo sido, porém, aumentado o número de elementos policiais.

Após os atentados de sexta-feira em Paris, a PSP reforçou também a segurança nas embaixadas de França, Reino Unido, Estados Unidos e Alemanha na capital portuguesa, bem como nos aeroportos de Lisboa, Porto e Faro.

Hugo Abreu disse que, no caso das embaixadas, houve um reforço do policiamento e os agentes estão a usar coletes anti-balísticos e armas com maior calibre.

Segundo a PSP, o nível de alerta na área da segurança em Portugal mantém-se depois dos atentados de Paris, sendo este reforço feito por precaução.

Pelo menos 129 pessoas, entre as quais dois portugueses, foram mortas em diversos ataques simultâneos na sexta-feira à noite em Paris, reivindicados pelo grupo extremista Estado Islâmico, e que visaram uma sala de espetáculos, bares, restaurantes e o Estádio de França.

A notícia sobre o reforço da segurança em pontos críticos de Lisboa foi avançada na edição online do Diário Económico.

Lusa

  • Pagar IMI a prestações e um Documento Único Automóvel mais pequeno

    País

    O programa Simplex + 2017 é apresentado hoje à tarde e recebeu mais de 250 propostas de cidadãos ao longo dos últimos meses. As novas medidas preveem o pagamento em prestações do Imposto Municipal sobre Imóveis (IMI) e a criação de um simulador de custos da Justiça, que devem estar em vigor no próximo ano.

  • Cinco anos depois do incêndio na Serra do Caldeirão
    5:24
  • Destaques económicos que marcaram a semana
    2:03

    Economia

    A semana ficou marcada pela tragédia provocada pelos incêndios no centro do país. No entanto importa olhar para o que se passou noutras áreas e fazer um resumo das notícias relacionadas com a economia. 

  • "Toda a gente merece direitos iguais"
    0:14

    Mundo

    A polícia de Istambul montou cordões de segurança para dispersar a multidão que se juntou para a Marcha do Orgulho Gay, este domingo. O Governo proibiu a marcha por considerar que representa um risco para a segurança pública. Uma das ativistas fala numa decisão sem sentido, e diz que todas as pessoas merecem direitos iguais.

  • "Ela veio lá de fora e começou a atropelar as pessoas"
    0:43

    Mundo

    O atropelamento deste sábado em Newcastle, no Reino Unido, provocou pelo menos seis feridos. No local, as pessoas relatam momentos de pânico. Uma testemunha afirma que a condutora nunca perdeu o controlo do carro e que dirigiu intencionalmente contra a multidão.