sicnot

Perfil

Ataques em Paris

Bélgica defende que cidadãos europeus devem ser controlados ao entrarem na UE

Bélgica defende que cidadãos europeus devem ser controlados ao entrarem na UE

A Bélgica defende que também os cidadãos europeus devem ser controlados, ao entrarem na União Europeia. O ministro belga do Interior, Jan Jambon, está ao lado da França também na defesa do registo de dados de passageiros. Uma questão que tem estado bloqueada no Parlamento Europeu e que os 28 fazem agora pressão para que avance.

  • França quer ver reforçado controlo das fronteiras da UE
    1:51

    Ataques em Paris

    A França quer ver reforçado o controlo das fronteiras externas mas também das fronteiras internas da União Europeia. O ministro do Interior, Bernard Cazeneuve, defende ainda o registo de passageiros que viajam entre países europeus e quer um maior controlo do tráfico de armas. São alguns dos pontos discutidos hoje no Conselho de Ministros da Administração Interna e da Justiça que se encontram em Bruxelas.

  • Autoridades montam grande operação com rusgas em vários pontos de França
    1:39

    Ataques em Paris

    As autoridades têm montada uma grande operação com rusgas em vários pontos de França. A polícia francesa procura mais pistas sobre os terroristas, ao mesmo tempo que os familiares das vítimas começam a preparar os funerais.Em Paris continua esta noite a mega operação montada pelas forças de segurança francesas. As rusgas continuam em todo o território como nos relata o enviado especial da SIC, Rui Pedro Reis.

  • Abaaoud envolvido em 4 de 6 ataques falhados em França
    2:24

    Mundo

    O alegado cérebro dos atentados de Paris este envolvido em quatro de seis ataques evitados pelos serviços secretos franceses desde a primavera, revelou o ministro do Interior. As autoridades não sabiam que o belga Abdelhamid Abaaoud estava na Europa até ontem, quando foi morto no raide em Saint-Denis.

  • Obama diz que Guterres "tem uma reputação extraordinária"
    1:38

    Mundo

    António Guterres diz que vai trabalhar com Barack Obama e também com Donald Trump, na reforma das Nações Unidas. O futuro secretário-geral da ONU foi recebido por Obama, na Casa Branca, onde recebeu vários elogios do presidente norte-americano.

  • Mãe do guarda-redes da Chapecoense comove o Brasil
    1:37
  • Morreu o palhaço que fazia rir as crianças de Alepo

    Mundo

    Anas al-Basha, mais conhecido como o Palhaço de Alepo, morreu esta terça-feira durante um bombardeamento aéreo na zona dominada pelos rebeldes. O funcionário público mascarava-se de palhaço para ajudar a trazer algum conforto e alegria às crianças sírias, que vivem no meio de uma guerra civil.