sicnot

Perfil

Ataques em Paris

Ataques em Paris

Ataques em Paris

Prima do alegado "cérebro" dos ataques não se fez explodir

A prima do alegado "cérebro" dos ataques de Paris, que morreu no cerco policial de quarta-feira num subúrbio parisiense, não se fez explodir, ao contrário do que foi divulgado inicialmente, indicou hoje uma fonte da polícia.

(arquivo)

(arquivo)

© Benoit Tessier / Reuters

Os investigadores afirmaram inicialmente que no dia do assalto policial ao bairro de Saint-Denis, a norte de Paris, uma das pessoas que estavam cercadas dentro de um apartamentorug tinha detonado um colete de explosivos, confirmando na altura de que se tratava de uma mulher suicida.

Uma fonte policial, citada pela agência francesa AFP, afirmou hoje que o suicida era de facto um homem, e não uma mulher.

Hasna Aitboulahcen foi identificada como prima do alegado "cérebro" dos atentados da passada sexta-feira em Paris, Abdelhamid Abaaoud, que acabou por morrer durante a operação das forças especiais francesas em Saint-Denis.

Os atentados, reivindicados pelo grupo extremista, Estado Islâmico, provocaram 130 mortos e cerca de 350 feridos.

A operação das forças especiais francesas lançada na madrugada de quarta-feira em Saint Denis, que se prolongou por sete horas, visava capturar Abaaoud, depois de elementos do inquérito, obtidos através de escutas, vigilância e testemunhos, que "faziam crer" que Abdelhamid Abaooud estava no apartamento visado pelas forças especiais.

A procuradoria de Paris anunciou hoje ter sido encontrado um terceiro corpo nos destroços do apartamento.

Lusa

  • Terceiro corpo encontrado em Saint-Denis, segundo foi identificado

    Ataques em Paris

    Foi encontrado mais um corpo, de uma mulher, no apartamento em Saint-Denis, nos arredores de Paris, alvo do raide policial de quarta-feira. Sobe assim para três o número de vítimas mortais da operação, no âmbito da investigação aos atentados de há uma semana. Das duas mulheres encontradas, está confirmada a identidade de uma: Hasna Aitboulahcen, a mulher que se julga ser a bombista suicida que se fez explodir no decorrer da rusga.

  • BE diz que é urgente preparar o país para a saída do euro
    1:10

    País

    Catarina Martins diz que é urgente preparar o país para o cenário de saída do euro. No final da reunião da mesa nacional do Bloco de Esquerda, a coordenadora do partido criticou o encontro de líderes europeus em Roma e disse ainda que a Europa da convergência chegou ao fim.

  • "Mais UE não significa mais Europa"
    0:50

    País

    O secretário-geral do PCP insiste nas críticas à União Europeia. Um dia depois da comemoração dos 60 anos do Tratado de Roma, Jerónimo de Sousa defendeu, no Seixal, que o modelo europeu está esgotado e prejudica vários países, incluindo Portugal.

  • Mais de 50 detidos pela GNR em 12 horas

    País

    A GNR fez 51 detenções entre as 20:00 de sábado e as 08:00 de hoje, 39 das quais por condução sob efeito do álcool ou sem carta, e três por violência doméstica, segundo um comunicado hoje divulgado.

  • "Um Lugar ao Sol"
    17:05
    Perdidos e Achados

    Perdidos e Achados

    SÁBADO NO JORNAL DA NOITE

    O Perdidos e Achados foi conhecer como eram as férias de outros tempos. Quando o Estado Novo controlava o lazer dos trabalhadores e criava a ilusão de um país exemplar. Na Costa de Caparica, onde é hoje o complexo do INATEL estava instalada a maior colónia de férias do país, chamava-se "Um Lugar ao Sol".

  • Monumentos de 7 mil cidades às escuras por 1 hora
    2:51