sicnot

Perfil

Ataques em Paris

Ataques em Paris

Ataques em Paris

Rússia oferece cão à França como testemunho de solidariedade

A Rússia decidiu hoje oferecer um cão à França como testemunho de solidariedade, depois de as forças policiais francesas terem perdido um animal idêntico na operação antiterrorista em Paris.

A informação foi dada nas redes sociais. No Facebook, para além da fotografia do cão, foi partilhado um texto onde se informa que é um cão de serviço e que se chama Dobrynia, "em homenagem ao lendário herói russo com o mesmo nome, que é o símbolo da força, da bondade, da coragem e do altruísmo". Na mesma mensagem, pode ler-se, também, que o cão "será entregue à França como testemunho da solidariedade para com o povo e a polícia franceses no âmbito da luta contra o terrorismo".

Recorde-se que a cadela Diesel, um pastor belga de sete anos que integrava a unidade antiterrorista, perdida pelas autoridades francesas foi morta durante a operação antiterrorista em Saint Denis, a norte de Paris. E foi na rede social Twitter que a notícia foi partilhada.

  • Desconhece-se a identidade do terceiro corpo encontrado em Saint-Denis
    2:52

    Ataques em Paris

    O ataque das forças policiais francesas há dois dias em Saint Denis fez três mortos. Entre eles está o cérebro de todas as operações. Também uma prima de Abdelhamid Abaoud. Não se sabe a identidade do terceiro. Numa altura em que continuam as buscas para se encontrar Sala Abdeslamn, o presumível terrorista que continua a monte desde a semana passada.

  • Quem é Abdelhamid Abaaoud?
    1:39

    Ataques em Paris

    Abdelhamid Abaaoud, o cérebro dos atentados de Paris, nasceu numa família abastada e é responsável pela radicalização de dezenas de jovens muçulmanos. Entre eles o irmão de 13 anos que se encontra na Síria.

  • Controlo das fronteiras na UE será reforçado
    1:42

    Ataques em Paris

    Os ministros do Interior da França e da Bélgica querem um reforço no controlo das fronteiras dentro da União Europeia e a criação de um sistema de registo de passageiros. São duas das medidas que estão hoje em discussão na reunião dos ministros do Interior e Administração Interna da União. O Parlamento Europeu não se tem mostrado disponível para discutir estas medidas mas os atentados de Paris podem alterar esta posição.

  • Mentor dos ataques de Paris recrutou combatentes em países europeus
    2:41

    Ataques em Paris

    O cérebro de toda esta operação, apesar de referenciado pelas autoridades europeias, e mesmo tempo um mandando de captura, conseguiu circular um pouco por toda a Europa. Na altura dos atentados em Paris, e apesar de se pensar que estava na Síria, estava afinal nos arredores da capital francesa. Terá recrutado homens e mulheres em Espanha e viajado para a Turquia com o consentimento das autoridades alemãs.

  • Terceiro corpo encontrado em Saint-Denis, segundo foi identificado

    Ataques em Paris

    Foi encontrado mais um corpo, de uma mulher, no apartamento em Saint-Denis, nos arredores de Paris, alvo do raide policial de quarta-feira. Sobe assim para três o número de vítimas mortais da operação, no âmbito da investigação aos atentados de há uma semana. Das duas mulheres encontradas, está confirmada a identidade de uma: Hasna Aitboulahcen, a mulher que se julga ser a bombista suicida que se fez explodir no decorrer da rusga.

  • França quer ver reforçado controlo das fronteiras da UE
    1:51

    Ataques em Paris

    A França quer ver reforçado o controlo das fronteiras externas mas também das fronteiras internas da União Europeia. O ministro do Interior, Bernard Cazeneuve, defende ainda o registo de passageiros que viajam entre países europeus e quer um maior controlo do tráfico de armas. São alguns dos pontos discutidos hoje no Conselho de Ministros da Administração Interna e da Justiça que se encontram em Bruxelas.

  • "Já só lhes resta uma coisa: bisbilhotar comunicações privadas"
    2:57

    Caso CGD

    O primeiro-ministro diz que o PSD atingiu o grau zero da política, quando chegou à "bisbilhotice" de querer ver as mensagens trocadas entre o ministro das Finanças e António Domingues. A polémica da Caixa Geral de Depósitos voltou a marcar o debate quinzenal, com António Costa a garantir que nunca esteve em causa a entrega de declarações da administração. Já o PSD e o CDS a acusaram o Governo de violar as regras da transparência e de oprimir os direitos da oposição.

  • Compensa comprar a granel?
    8:39
  • Técnica de defesa contra aperto de mão de Donald Trump
    1:39
  • Vídeo mostra aterragem de Harrison Ford que quase causou um desastre

    Mundo

    Harrison Ford quase provocou um grave acidente quando, ao pilotar um dos seus aviões, falhou a pista de aterragem e esteve muito perto de chocar contra um um Boeing 737, com mais de 100 pessoas a bordo. O incidente com o ator norte-americano, considerado um piloto experiente, aconteceu na passada segunda-feira, dia 13, no Condado de Orange, na Califórnia, e o momento foi captado em vídeo.

  • Descoberta nova espécie de primatas em Angola

    Mundo

    Uma equipa britânica de cientistas descobriu uma nova espécie de galagos anões, um primata pertencente à família dos galonídeos - comum na África subsariana -, na floresta ameaçada da Kumbira, localizada na província do Cuanza Sul, noroeste de Angola.

  • Vestidos da princesa Diana em exposição
    1:29

    Mundo

    As roupas mais emblemáticas da princesa Diana vão estar em exposição no Palácio de Kensington, em Londres, a partir de sexta-feira. O objetivo é mostrar a evolução do estilo da princesa de Gales, considerada um dos maiores ícones de moda de sempre.