sicnot

Perfil

Ataques em Paris

Ataques em Paris

Ataques em Paris

Sete dos oito detidos em Saint-Denis libertados hoje

Sete dos oito detidos na operação policial de Saint-Denis, no norte de Paris, foram hoje libertados pela polícia, divulgou a agência de notícias France Presse.

IAN LANGSDON/ EPA

Nessa operação, que aconteceu na quarta-feira, a polícia cercou e atacou um apartamento em que presumia que estava escondido o alegado "cérebro" dos atentados de Paris, Abdelhamid Abaaoud, tendo depois informado que esse homem morreu no assalto policial.

Nessa operação foram ainda detidas oito pessoas, que estavam no edifício do apartamento ou nas proximidades.

Sete dos detidos foram hoje libertadas, enquanto o oitavo, o homem que tinha emprestado o apartamento a Abaaoud, continua sob a guarda policial.

Esse homem chama-se Jawad Bendaoud e tinha dito à France Presse, pouco antes da detenção, que apenas tinha dado abrigo a duas pessoas "que vinham da Bélgica" e que "só queriam água e rezar".

Este homem tinha sido condenado em 2008 a oito anos de prisão, tendo sido libertado em 2013.

A sua detenção pode ser estendida até 144 horas ou seis dias de acordo com as regras de uma investigação terrorista sob ameaça iminente.

Uma semana depois dos ataques, os investigadores começam a ter uma ideia mais pormenorizada da composição dos três comandos, formados possivelmente uma dúzia de jihadistas, que mataram 130 pessoas em Paris e provocaram cerca de 350 feridos.

No entanto, o papel de um deles, Salah Abdeslam, permanece obscuro. Este homem, que as autoridades supõem que esteja na Bélgica, está a ser ativamente procurado.

O grupo extremista Estado Islâmico reivindicou a autoria dos ataques.

Lusa

  • Negócios do fogo
    22:00
  • "Não podemos gastar o dinheiro e depois os filhos e os netos é que pagam"
    2:05

    Opinião

    Miguel Sousa Tavares analisou esta segunda-feira, no habitual espaço de comentário no Jornal da Noite, o reembolso antecipado ao FMI. O comentador da SIC defendeu que seria mais vantajoso se Portugal reembolsasse mais depressa, antes da subida das taxas de juro. Miguel Sousa Tavares considerou ainda que o reembolso da dívida é uma boa notícia, pois seria "desleal" deixar a dívida para "os filhos e os netos" pagarem.

    Miguel Sousa Tavares

  • Os efeitos da tempestade Ana em Portugal
    1:43
  • Porque têm as tempestades nomes?
    0:49

    País

    As tempestades passaram a ter um nome, partilhado pelos serviços de meteorologia de Portugal, França e Espanha. Nuno Moreira, chefe de divisão de previsão meteorológica do IPMA, foi convidado da Edição da Noite da SIC Notícias para explicar que este método é também uma forma de sinalizar a dimensão das tempestades.

  • Fortes nevões no norte da Europa
    0:59

    Mundo

    A tempestade Ana não causou apenas estragos em Portugal, mas também na Galiza, com a queda de árvores e cheias nas zonas ribeirinhas. No norte da Europa, as baixas temperaturas provocaram fortes nevões e paralisaram a Grã-Bretanha, com voos cancelados, escolas fechadas e estradas cortadas.

  • "Meninas proibidas de usar saias curtas e roupa transparente" para evitar abusos em Timor
    0:50
  • "De repente ele estava em cima de mim a beijar-me e a apalpar-me"
    2:43