sicnot

Perfil

Ataques em Paris

Ataques em Paris

Ataques em Paris

Porta-aviões francês a postos para novos ataques ao Daesh

O ministro da Defesa francês, Jean-Yves Le Drian, disse hoje que a aviação francesa vai estar pronta para novos ataques aéreos a posições do autodenominado Estado Islâmico (EI), Daesh, a partir de segunda-feira, adiantou a France Presse.

© Jean-Paul Pelissier / Reuters

Os ataques serão lançados a partir do porta-aviões francês Charles de Gaulle, que tomou posição no Mediterrâneo este fim-de-semana.

"Os aviões estarão operacionais a partir de amanhã [segunda-feira]", disse Le Drian em entrevista à rádio Europe 1, nove dias após os ataques terroristas de Paris que mataram 130 pessoas.

As forças francesas vão ter na região 26 caças no porta-aviões (18 Rafale e oito Super Etendard), para além dos 12 que já estão estacionados na região: seis Rafale nos Emirados Árabes Unidos e seis Mirage 2000 na Jordânia.

Le Drian sublinhou que a luta contra o autoproclamado EI é, à vez, "uma guerra sombra e uma guerra do campo de batalha", em que é preciso combater "um Estado" organizado, instalado numa parte do Iraque e da Síria, e um "movimento terrorista internacional que tem por objetivo atacar o mundo ocidental".

O responsável pela pasta da Defesa defendeu que não só é preciso atacar Mossul, no Iraque, "onde se encontra o centro de decisão política do EI", como Raqa, na Síria, onde estão "os campos de treino dos 'foreign fighters', ou seja, os combatentes destinados a atuar no estrangeiro".

O ministro francês disse que um possível ataque químico ou biológico "estava entre os riscos", mas garantiu que todas as precauções para o evitar foram tomadas.

Le Drian afirmou que as autoridades francesas não excluíram nenhuma possibilidade na sequência dos ataques em Paris, ainda que fosse "muito complicado" alguém usar armas químicas.

O responsável pela pasta da Defesa do Governo gaulês afirmou ainda, na mesma entrevista, que os lados em conflito na Líbia têm de chegar a acordo para criar um novo Governo de unidade que permita travar os avanços do grupo EI.

"Tem de haver um acordo entre as duas fações rivais, senão é o Daesh (EI) que vai ganhar", disse o ministro à radio Europe 1.

Le Drian disse que "é urgente" um acordo, uma vez que o Daesh (EI) "está a conquistar território a partir de Sirte, [cidade costeira no norte da Líbia] e procurando seguir para sul em direção aos campos de petróleo".

Lusa

  • Acidente durante funeral em Miranda do Corvo causa 12 feridos
    2:39

    País

    Um acidente na zona de Miranda do Corvo fez esta terça-feira 12 feridos, um em estado grave. Foi durante um funeral, quando falharam os travões a um dos carros que seguia no cortejo, como explicou, em direto do local, o repórter Miguel Ângelo Marques.

  • Instalações militares vão ter reforço de segurança
    0:52

    Assalto em Tancos

    Depois do caso do roubo de material em Tancos, várias instalações militares vão sofrer um reforço de segurança do material que armazenam. As conclusões sobre o furto dos paióis de Tancos serviram de base às medidas anunciadas esta terça-feira pelo Ministério da Defesa. 

  • SIC faz-se à estrada para ouvir eleitores
    2:13
  • Os elevadores do futuro
    7:13
  • Demências afetam 50 milhões de pessoas
    2:23

    Mundo

    Cinquenta milhões de pessoas em todo o mundo e mais de 150 mil em Portugal sofrem de demências como o Alzheimer ou o Parkinson. Oitenta especialistas de 21 países reúnem-se esta semana na Fundação Champalimau, em Lisboa, para falar deste tipo de epidemia silenciosa.

  • Maria deixa 25 mil pessoas sem eletricidade em Guadalupe
    2:24
  • Pistolas Nerf podem causar graves lesões nos olhos

    Mundo

    As balas das pistolas Nerf, quando atingem os olhos, podem causar graves lesões. O aviso é de um grupo de médicos de Londres, que recomenda a utilização de óculos protetores e o aumento da idade mínima para a utilização dos brinquedos.

    SIC

  • Investigadores descobrem como transformar gordura "má" em gordura "boa"

    Mundo

    Uma equipa de investigadores da Universidade de Washington, Estados Unidos, descobriu como converter a gordura corporal "má" em gordura "boa", permitindo queimar mais calorias e atrasar o aumento de peso, num estudo conduzido em ratos. Estes resultados abrem caminho para a possibilidade de desenvolver tratamentos mais eficazes para a obesidade e para a diabetes associada ao aumento de peso em pessoas, segundo os autores.

  • Escola na Croácia usa imagem de Melania Trump para chamar alunos

    Mundo

    "Imagine até onde pode ir com um pouco de inglês", foi com estas palavras que uma escola de inglês da Croácia decidiu promover as suas aulas, juntando ainda a fotografia de Melania Trump ao placard do anúncio. Agora, a primeira-dama norte-americana ameaça levar o Instituo Americki a tribunal. Entretanto, o placard já foi retirado do local.

    SIC