sicnot

Perfil

Ataques em Paris

Ataques em Paris

Ataques em Paris

Dezenas de polícias e militares realizaram operação em Auvelais, no sul da Bélgica

A polícia belga montou uma mega operação policial em Auvelais, uma localidade na província de Namur, a sul de Bruxelas. Não foram dados muitos detalhes sobre a operação, que decorreu a pouco mais de 50 quilómetros da capital, e que envolveu dezenas de polícias e militares.

© Francois Lenoir / Reuters

As autoridades deslocaram brigadas especializadas na neutralização de explosivos e os jornais belgas dizem que o raid está relacionado com os atentados em Paris e com o alerta antiterrorismo que foi imposto na semana passada.

  • Escolas e metro já funcionam em Bruxelas, mas alerta máximo mantém-se
    2:03

    Mundo

    A Bélgica ainda não conseguiu capturar o suspeito de ter participado nos atentados de Paris. Salah Abdeslam continua em fuga e terá um cúmplice, que também está a ser procurado.Bruxelas mantém-se em alerta máximo mas começa a recuperar o ritmo diário, com escolas abertas e o metro a funcionar parcialmente.

  • E agora?
    15:07

    Reportagem Especial

    Há uma semana, Portugal voltou a ser palco de uma tragédia que matou pelo menos 44 pessoas e deixou cerca de 70 feridas. Os incêndios destruíram mais de 800 casas, dezenas de empresas e explorações agropecuárias, mataram milhares de animais e consumiram uma gigantesca área de floresta. A reportagem da SIC andou pelo concelho de Tondela, onde três pessoas morreram e onde o levantamento de prejuízos materiais ainda não está concluído.

  • Temperaturas vão subir até 4ª feira

    País

    As temperaturas vão subir até esta quarta-feira, prevendo-se máximas entre os 22 e os 29 graus na generalidade do território, valores acima do normal para a época do ano, adiantou hoje a meteorologista Maria João Frada.

  • TAP recruta mais assistentes de bordo
    2:40

    Economia

    A TAP assegura que, ainda durante o mês de outubro, os problemas com falta de tripulação vão terminar. Até ao final do ano, vão ser contratados novos assistentes de bordo. Ainda assim, o sindicato diz que não chega.