sicnot

Perfil

Ataques em Paris

Ataques em Paris

Ataques em Paris

Terroristas precisaram de 30 mil euros para ataques de Paris

O ministro das Finanças francês, Michel Sapin, afirmou hoje que quem organizou os atentados de 13 de novembro em Paris "não terá gasto mais do que 30 mil euros".

Um homem com a camisola manchada de sangue é acompanhado pela polícia após o ataque ao Bataclan, Paris, 13 novembro

Um homem com a camisola manchada de sangue é acompanhado pela polícia após o ataque ao Bataclan, Paris, 13 novembro

© Philippe Wojazer / Reuters

Numa conferência de imprensa em Paris, Sapin indicou que os financiadores de quem perpetrou os ataques entregaram diversas somas de valor reduzido que são difíceis de detetar, utilizando sobretudo cartões de crédito pré-pagos.

"O custo destes últimos ataques, o financiamento dos ataques, representam uma soma que não excede os 30 mil euros", garantiu, salientando que tal significa que os atacantes "não necessitaram de grandes quantias de dinheiro para os preparar".

A Unidade de Informações do Ministério das Finanças francês, a Tracfin, indicou que os cartões de crédito pré-pagos, alguns deles comprados na Bélgica, foram usados para pagar os carros e apartamentos utilizados pelos assaltantes nas 48 horas que precederam os ataques.

O ministro das Finanças francês adiantou que se pode tornar "crucial" para as investigações detetar mesmo pequenas verbas se estas forem alvo de uma reanálise de qualquer pormenor de uma investigação.

Lusa

  • "Os governos são diferentes mas o povo é o mesmo"
    0:45

    Economia

    O Presidente da República atribui o resultado do défice do ano passado ao espírito de sacrifício do povo português. Num jantar em Coimbra para assinalar o Dia do Estudante, Marcelo Rebelo de Sousa considerou ainda que o valor do défice de 2016 é a prova de que com governos diferentes conseguem-se os mesmos objetivos.

  • Recuo na saúde é primeira derrota de peso para Trump
    1:18

    Mundo

    O Presidente norte-americano sofreu esta sexta-feira uma derrota de peso. O líder da Câmara dos Representantes retirou a proposta do plano de saúde de Trump, que se preparava para um chumbo na câmara baixa do Congresso. Para já, mantém-se o Obamacare.

  • Pai do piloto da Germanwings defende inocência do filho

    Mundo

    O pai de Andreas Lubitz declarou esta sexta-feira que o filho não é o responsável pelo embate do avião da Germanwings contra um local montanhoso, que fez 150 mortos. O Ministério Público alemão concluiu em janeiro que o incidente em 2015 foi apenas da responsabilidade do piloto.