sicnot

Perfil

Ataques em Paris

Ataques em Paris

Ataques em Paris

Bonne Bière é o primeiro bar a reabrir após atentados de Paris

O bar "Bonne Bière" tornou-se hoje o primeiro dos seis cafés e restaurantes atingidos pelos atentados terroristas de 13 de novembro em Paris a reabrir, três semanas após o ataque que causou 130 mortos.

Christophe Ena

O estabelecimento, no qual cinco pessoas foram mortas, depois de "apagar o estigma desse pesadelo", decidiu reabrir "para reavivar o bairro", disse o seu gerente, considerando que a zona mantém-se "um lugar de intercâmbio, de partilha".

O grupo extremista Estado Islâmico reivindicou os atentados perpetrados a 13 de novembro em Paris, que causaram pelo menos 130 mortos, entre os quais dois portugueses, e mais de 300 feridos.

Os ataques, perpetrados por pelo menos sete terroristas, ocorreram em vários locais da cidade, entre eles uma sala de espetáculos e o 'Stade de France', onde decorria um jogo de futebol entre as seleções de França e da Alemanha.

A França decretou o estado de emergência e restabeleceu o controlo de fronteiras na sequência daquilo que o Presidente François Hollande classificou como "ataques terroristas sem precedentes no país".

Lusa

  • Luís Pina indiciado por quatro crimes de tentativa de homicídio
    2:24
  • Ministro "mais descansado" com relatório sobre Almaraz, ambientalistas contestam
    2:01

    País

    O ministro do Ambiente diz estar mais descansado depois de conhecer o relatório técnico que considera o armazém de resíduos nucleares em Almaraz uma solução adequada. Já as associações ambientalistas e os partidos criticam o parecer positivo à construção e querem ouvir os ministros do Ambiente e dos Negócios Estrangeiros no Parlamento.

  • Marcelo recebido por multidão na Ovibeja
    2:52
  • Líderes europeus unidos para iniciar saída do Reino Unido
    2:08
  • 100 dias de Trump em 04'30''
    4:33

    Pequenas grandes histórias

    Donald Trump tomou posse como 45º Presidente dos EUA dia 20 de janeiro de 2017, faz este sábado, 100 dias. Prometeu grandes mudanças, mas os planos acabaram por chocar de frente com a realidade e a burocracia de Washington, como foi o caso do Obamacare. Foi a primeira ordem executiva que assinou, no dia em que tomou posse, mas a revogação está longe de acontecer.