sicnot

Perfil

Ataques em Paris

Ataques em Paris

Ataques em Paris

Vestígios de explosivos encontrados em apartamento de Bruxelas onde esteve Abdeslam

Material destinado à preparação de explosivos, vestígios de explosivos e três cintos "que podem ter sido utilizados para transportar explosivos" e uma impressão digital do suspeito em fuga, Salah Abdeslam, foram descobertos num apartamento de Bruxelas, anunciou hoje a Justiça belga.

"Apelo a testemunhas", lê-se na nota, que identifica "Abdeslam Salah, nascido a 15 de setembro de 1989, em Bruxelas, e alvo de um mandado de busca".

"Apelo a testemunhas", lê-se na nota, que identifica "Abdeslam Salah, nascido a 15 de setembro de 1989, em Bruxelas, e alvo de um mandado de busca".

(SIC/ Arquivo)

Este apartamento, localizado na comuna de Schaerbeek, em Bruxelas, foi alvo de uma operação judicial a 10 de dezembro, mas esta informação não tinha sido divulgada pelas autoridades.

"O Ministério Público Federal confirmou a descoberta de materiais para a preparação de explosivos e vestígios de TATP (peróxido de acetona, um explosivo instável usada nos ataques de 13 de novembro), durante uma pesquisa conduzida no terceiro andar de um apartamento localizado em Schaerbeek, rua H. Bergé", anunciaram as autoridades judiciais em um comunicado.

"Este apartamento foi arrendado sob uma falsa identidade, que poderia ter sido usado por uma pessoa sob a qual pende uma acusação e está em prisão preventiva", refere o comunicado.

Desde os ataques de Paris, o tribunal belga indiciou 10 pessoas suspeitas de terrorismo, nove dos quais ainda estão sob custódia.

Estes indivíduos são suspeitos de ajudar Salah Abdeslam na execução dos ataques de 13 de novembro em Paris. O belga Salah Abdeslam, alvo de um mandado de detenção pelo alegado envolvimento nos atentados na capital francesa, confessou aos cúmplices que o ajudaram a fugir que participou na matança das 130 pessoas.

Quando fugiu para a Bélgica, após os ataques, Abdeslam não foi para o seu bairro de Molenbeek, em Bruxelas, tendo pedido que o conduzissem a Schaerbeerk, nos subúrbios da capital belga, onde o esperava uma terceira pessoa. Na altura, Abdeslam ter-se-á despedido dizendo que não o voltariam a ver.

  • Depois do Fogo
    0:25

    Reportagem Especial

    Uma semana depois do incêndio de Pedrogão Grande são muitas as histórias de perda e de sobrevivência, mas também de solidariedade de pessoas anónimas, que não dormiram durante dias a fio, para apoiar na logística do difícil combate ao incêndio florestal mais mortífero de que há memória. Depois do Fogo, hoje no Jornal da Noite.

  • Portugal "precisa avançar no trabalho" para reduzir crédito malparado
    1:36

    Economia

    Bruxelas recomenda e insiste que o Governo português avance no trabalho para resolver o crédito malparado. Em entrevista à SIC e ao Expresso, o vice-Presidente da Comissão para o Euro e Estabilidade Financeira, Valdis Dombrovskis, adianta que Bruxelas está também a preparar um Plano de Ação ao nível europeu.

    Entrevista SIC/Expresso

  • Líder do Daesh abatido durante fuga

    Daesh

    Um líder do Daesh e o assistente foram abatidos pela polícia iraquiana, em Mossul. A notícia é avançada pela agência EFE que esclarece que os dois homens terão sido mortos enquanto fugiam do Oeste para Este da cidade iraquiana através do rio Tigre.