sicnot

Perfil

Ataques em Paris

Ataques em Paris

Ataques em Paris

Marrocos anuncia detenção por ligações aos atentados de Paris

As autoridades marroquinas anunciaram hoje a detenção de um cidadão belga suspeito de ligações aos atentados de novembro em Paris.

© Charles Platiau / Reuters

O detido tem nacionalidade belga, é orginário de Marrocos e estará diretamente relacionado com os ataques que fizeram 130 mortos em Paris, adianta o governo marroquino num comunicado.

O ministro do Interior acrescenta que o suspeito, detido na sexta-feira em Al-Mohammadiyah, perto da cidade marroquina de Casablanca, combateu na Síria com a al-Nusra antes de se juntar ao Daesh, o autoproclamado Estado Islâmico.

Segundo a investigação marroquina, este cidadão belga deslocou-se ao território sírio com um dos suicidas que se fez explodir na zona de Saint-Denis, no norte de Paris, perto do Estádio de França, um dos locais dos ataques terroristas de novembro passado.

Durante a sua estada na Síria, o suspeito treinou o manuseamento de armas e estabeleceu ligações com os comandantes do EI, incluindo "o cérebro dos ataques terroristas na capital" francesa, segundo a mesma nota informativa.

De acordo com a investigação das autoridades marroquinas, o belga saiu da Síria em direção à Turquia, deslocando-se em seguida para a Alemanha e para Bélgica. O suspeito chegou a Marrocos procedente da Holanda.

O suspeito será presente à justiça no final da investigação, precisou o mesmo comunicado.

Com Lusa

  • Governo quer aumentar fiscalização a baixas fraudulentas
    1:10

    País

    O Governo quer criar uma bolsa de médicos para fiscalizar quem recebe o subsídio por doença. A intenção foi manifestada à TSF pela secretária de Estado da Segurança Social. Em 2016 foram detetados mais de 56 mil trabalhadores com baixa médica que afinal estavam aptos para trabalhar.

  • Novo motim em prisão brasileira do Rio Grande do Norte

    Mundo

    Um motim ocorreu esta segunda-feira de madrugada numa prisão do estado brasileiro de Rio Grande do Norte, sem fazer feridos ou mortos, depois de uma rebelião numa outra prisão do mesmo estado ter feito 26 mortos no fim de semana.

  • Cheias e derrocadas destroem várias casas no Peru
    0:42

    Mundo

    Um deslizamento de terras seguido de uma inundação destruiu várias casas no Peru. As imagens mostram o momento em que o deslizamento acontece e o caos que se gerou. O trânsito ficou cortado e as inundações que se seguiram obrigaram várias pessoas a abandonar as suas habitações.