sicnot

Perfil

Ataques em Paris

Ataques em Paris

Ataques em Paris

Marrocos anuncia detenção por ligações aos atentados de Paris

As autoridades marroquinas anunciaram hoje a detenção de um cidadão belga suspeito de ligações aos atentados de novembro em Paris.

© Charles Platiau / Reuters

O detido tem nacionalidade belga, é orginário de Marrocos e estará diretamente relacionado com os ataques que fizeram 130 mortos em Paris, adianta o governo marroquino num comunicado.

O ministro do Interior acrescenta que o suspeito, detido na sexta-feira em Al-Mohammadiyah, perto da cidade marroquina de Casablanca, combateu na Síria com a al-Nusra antes de se juntar ao Daesh, o autoproclamado Estado Islâmico.

Segundo a investigação marroquina, este cidadão belga deslocou-se ao território sírio com um dos suicidas que se fez explodir na zona de Saint-Denis, no norte de Paris, perto do Estádio de França, um dos locais dos ataques terroristas de novembro passado.

Durante a sua estada na Síria, o suspeito treinou o manuseamento de armas e estabeleceu ligações com os comandantes do EI, incluindo "o cérebro dos ataques terroristas na capital" francesa, segundo a mesma nota informativa.

De acordo com a investigação das autoridades marroquinas, o belga saiu da Síria em direção à Turquia, deslocando-se em seguida para a Alemanha e para Bélgica. O suspeito chegou a Marrocos procedente da Holanda.

O suspeito será presente à justiça no final da investigação, precisou o mesmo comunicado.

Com Lusa

  • Corpos de portuguesas trasladados segunda-feira 
    1:27
  • Incendiários vão passar o verão com pulseira eletrónica

    País

    Os tribunais vão poder condenar os incendiários a penas de prisão domiciliária, com pulseira eletrónica, durante as épocas de incêndio. A nova lei foi aprovada na semana passada, na Assembleia da República, e aguarda a promulgação do Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa.

  • Estado vai tomar posse de terras abandonadas

    País

    O Governo vai recorrer ao Código Civil para permitir que o Estado tome posse de terras ao abandono. À margem da entrevista ao Expresso, o primeiro-ministro anunciou que o Governo irá acionar o artigo 1345º do Código Civil, que estabelece que as coisas imóveis sem dono conhecido se consideram do património do Estado.

  • "Trump, deixe-me ajudá-lo a escrever o discurso"
    0:47

    Mundo

    Arnold Schwarzenegger diz que Donald Trump tem o dever moral de se opor ao ódio e ao racismo. Num vídeo publicado nas redes sociais, o ator norte-americano e antigo governador da Califórnia encenou o discurso que Donald Trump devia ter. 

  • Hino da SIC tocado pela viola beiroa
    2:22