sicnot

Perfil

Ataques em Paris

Ataques em Paris

Ataques em Paris

Pelo menos quatro polícias feridos num tiroteio em Bruxelas

Um tiroteio que ocorreu ao início da tarde em Bruxelas causou ferimentos em pelo menos quatro polícias. O tiroteio ocorreu durante uma operação antiterrorista em Bruxelas, relacionada com os ataques de novembro em Paris. As agências internacionais dão conta de pelo menos três polícias feridos e dois suspeitos em fuga.

© Francois Lenoir / Reuters

© Francois Lenoir / Reuters

© Francois Lenoir / Reuters

© Yves Herman / Reuters

© Yves Herman / Reuters

© Yves Herman / Reuters

© Yves Herman / Reuters

© Yves Herman / Reuters

A porta-voz da polícia belga não deu informações sobre a gravidade dos ferimentos, o número de feridos foi entretanto atualizado para quatro.

De acordo com o porta-voz da procuradoria federal, o tiroteio aconteceu durante uma busca realizada na comuna de Forest, nos subúrbios a sul da capital belga.

Uma megaoperação policial foi montada de imediato em Bruxelas, as autoridades mobilizaram um helicóptero e um elevado números de agentes e veículos.

A zona onde ocorreu o tiroteio foi circunscrita pelas autoridades, a polícia aconselhou os moradores a não saírem à rua e foram montadas medidas redobradas de segurança junto às escolas. As crianças foram mantidas nos estabelecimentos de ensino, de onde só têm ordem para sair quando a situação na cidade estabilizar.

A operação em curso na capital da Bélgica poderá também estar relacionada com a divulgação da lista de 22 mil combatentes, revelada esta semana nos ficheiros do Daesh.

De acordo com o ministro francês do Interior, Bernard Cazeneuve, a polícia francesa está também envolvida nesta operação antiterrorista.

A polícia belga tem realizado diversas operações de combate ao terrorismo com o objetivo de localizar militantes islâmicos que possam ter ligações aos ataques de Paris, a 13 de novembro, nos quais morreram 130 pessoas.

Ao que tudo indica, os ataques na capital francesa no final do ano passado foram planeados a partir da Bélgica. Os extremistas islâmicos que arquitetaram os atentados estiveram no bairro Molenbeek, em Bruxelas. A operação de hoje ocorreu numa zona muito próxima, o que indica que há a suspeita de que os suspeitos possam ainda estar nessa área suburbana.

A polícia belga terá hoje realizado um raide a um apartamento que julgavam estar vazio e foi recebida com tiros. Dois polícias terão sido feridos por estes primeiros disparos. Dois suspeitos conseguiram fugir e um agente acabou por ser ferido mais tarde.

Última atualização 17:31

  • Todos os distritos sob Aviso Amarelo devido ao frio

    País

    O Instituto Português do Mar e da Atmosfera colocou Portugal continental sob Aviso Amarelo na quarta e na quinta-feira. Os termómetros vão estar abaixo de zero em todo o território, à exceção dos distritos de Lisboa, Porto e Faro.

  • Motim em prisão brasileira fez pelo menos 30 mortos
    1:09

    Mundo

    Um novo motim numa prisão brasileira fez pelo menos 30 mortos. A prisão, que é a maior do Estado do Rio Grande do Norte, tem capacidade para 600 reclusos mas acolhe quase o dobro. Após o motim de 14 horas, a polícia já tem o controlo total da prisão.

  • Aqui também se vive
    16:07
  • Austrália condena Japão por caça de baleias no Oceano Antártico

    Mundo

    O Governo da Austrália condenou hoje o Japão por retomar a caça de baleias no Oceano Antártico, após a divulgação de imagens de um cetáceo morto a bordo de um barco japonês que se encontrava em águas protegidas.O ministro do Ambiente, Josh Frydenberg, manifestou "profunda deceção", um dia depois de a organização Sea Shepherd divulgar fotografias e vídeos de uma baleia minke no barco japonês Nisshin Maru.