sicnot

Perfil

Ataques em Paris

Ataques em Paris

Ataques em Paris

Pelo menos quatro polícias feridos num tiroteio em Bruxelas

Um tiroteio que ocorreu ao início da tarde em Bruxelas causou ferimentos em pelo menos quatro polícias. O tiroteio ocorreu durante uma operação antiterrorista em Bruxelas, relacionada com os ataques de novembro em Paris. As agências internacionais dão conta de pelo menos três polícias feridos e dois suspeitos em fuga.

© Francois Lenoir / Reuters

© Francois Lenoir / Reuters

© Francois Lenoir / Reuters

© Yves Herman / Reuters

© Yves Herman / Reuters

© Yves Herman / Reuters

© Yves Herman / Reuters

© Yves Herman / Reuters

A porta-voz da polícia belga não deu informações sobre a gravidade dos ferimentos, o número de feridos foi entretanto atualizado para quatro.

De acordo com o porta-voz da procuradoria federal, o tiroteio aconteceu durante uma busca realizada na comuna de Forest, nos subúrbios a sul da capital belga.

Uma megaoperação policial foi montada de imediato em Bruxelas, as autoridades mobilizaram um helicóptero e um elevado números de agentes e veículos.

A zona onde ocorreu o tiroteio foi circunscrita pelas autoridades, a polícia aconselhou os moradores a não saírem à rua e foram montadas medidas redobradas de segurança junto às escolas. As crianças foram mantidas nos estabelecimentos de ensino, de onde só têm ordem para sair quando a situação na cidade estabilizar.

A operação em curso na capital da Bélgica poderá também estar relacionada com a divulgação da lista de 22 mil combatentes, revelada esta semana nos ficheiros do Daesh.

De acordo com o ministro francês do Interior, Bernard Cazeneuve, a polícia francesa está também envolvida nesta operação antiterrorista.

A polícia belga tem realizado diversas operações de combate ao terrorismo com o objetivo de localizar militantes islâmicos que possam ter ligações aos ataques de Paris, a 13 de novembro, nos quais morreram 130 pessoas.

Ao que tudo indica, os ataques na capital francesa no final do ano passado foram planeados a partir da Bélgica. Os extremistas islâmicos que arquitetaram os atentados estiveram no bairro Molenbeek, em Bruxelas. A operação de hoje ocorreu numa zona muito próxima, o que indica que há a suspeita de que os suspeitos possam ainda estar nessa área suburbana.

A polícia belga terá hoje realizado um raide a um apartamento que julgavam estar vazio e foi recebida com tiros. Dois polícias terão sido feridos por estes primeiros disparos. Dois suspeitos conseguiram fugir e um agente acabou por ser ferido mais tarde.

Última atualização 17:31

  • Militares da GNR saem hoje à rua em protesto

    País

    A Associação dos Profissionais da Guarda (APG/GNR) e a Associação Nacional de Sargentos da Guarda (ANSG) realizam esta quarta-feira uma ação de protesto em Lisboa devido "à falta de resposta" do Governo às principais reivindicações.

  • José Oliveira Costa, o rosto do buraco financeiro do BPN
    3:04

    País

    José Oliveira Costa foi o homem forte do BPN durante 10 anos e tornou-se o rosto do gigantesco buraco financeiro. Manteve-se em silêncio durante todo o julgamento, mas falou aos deputados da comissão de inquérito, para negar qualquer envolvimento no escândalo que fez ruir o BPN.

  • Marcelo termina hoje visita de Estado ao Luxemburgo

    País

    O Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, termina esta quarta-feira a visita de Estado de dois dias ao Luxemburgo com uma agenda dedicada a projetos em que estão envolvidos portugueses, além de um almoço com o primeiro-ministro luxemburguês.

  • Filhos tentam anular casamento de pai de 101 anos

    País

    O casamento de um homem de 101 anos com uma mulher com metade da idade, em Bragança, está a ser contestado judicialmente pelos filhos do idoso, que acusam aquela que era empregada da família de querer ser herdeira.