sicnot

Perfil

Ataques em Paris

Ataques em Paris

Ataques em Paris

Continua operação antiterrorista na Bélgica

As operações policiais antiterrorismo na Bélgica iniciadas na terça-feira "prosseguem", reiterou hoje o primeiro-ministro do país, Charles Michel.

© Yves Herman / Reuters

O primeiro-ministro, que falava aos jornalistas, não confirmou se dois suspeitos de estarem ligados aos atentados de Paris em novembro do ano passado estão em fuga, como noticiam diversos meios de comunicação social belgas.

"A Procuradoria falará. As operações policiais prosseguem", afirmou Charles Michel.

Está prevista para hoje de manhã uma conferência de imprensa da Procuradoria belga.

A operação antiterrorista em Bruxelas foi desencadeada na terça-feira na sequência de tiroteios em Forest, em que morreu um presumível terrorista e quatro polícias ficaram feridos.

Em conferência de imprensa na terça-feira, Charles Michel, acompanhado dos ministros do Interior, Jean Jambon, e da Justiça, Koen Geens, já havia referido que a operação prossegue na comuna de Forest.

Durante a tarde de terça-feira, agentes policiais belgas e franceses foram atacados de surpresa quando investigavam um apartamento naquela região.

Três polícias belgas e um francês ficaram feridos.

O primeiro-ministro acrescentou que o Conselho Nacional de Segurança reunir-se-á hoje.

A identidade do suspeito abatido pelas forças especiais ainda é desconhecida.

A operação policial está relacionada com alegados cúmplices de um ou mais dos 11 acusados na Bélgica no quadro das investigações aos atentados terroristas de Paris em novembro passado, que provocaram mais de 130 mortos e que foram preparados em Bruxelas.

Lusa

  • Jornalista belga surpreendida por tiroteio durante direto
    0:47

    Mundo

    Durante a cobertura jornalística da operação desta terça-feira, em Bruxelas, uma jornalista foi surpreendida em direto. A repórter da VTM, televisão belga parceira da SIC, estava em direto da zona onde a polícia fazia rusgas quando se ouviram alguns disparos. Visivelmente assustada, a jornalista manteve-se, no entanto, no local. As autoridades montaram depois um perímetro de segurança para proteger os profissionais dos meios de comunicação e aos moradores foi-lhes aconselhado que permanecessem em casa.

  • Operação antiterrorista em curso na Bélgica
    4:51

    Ataques em Paris

    As autoridades belgas confirmaram já que o principal suspeito dos atentados de Paris, Saleh Abdesalm, não é um dos visados na operação antiterrorista desta terça-feira nos arredores de bruxelas. Durante um tiroteio, quatro polícias ficaram feridos. Os suspeitos conseguiram fugir. A correspondente da SIC Susana Frexes está junto ao local onde está em curso esta operação.

  • "Neutralizado" um dos suspeitos na operação em Bruxelas

    Ataques em Paris

    Um dos suspeitos na operação antiterrorista em curso na capital da Bélgica terá sido "neutralizado", após troca de tiros com a polícia, avançam vários media belgas. Outros dois suspeitos continuam em fuga. A polícia cercou hoje um apartamento no bairro de Forest, a sul de Bruxelas, numa operação relacionada com os ataques de novembro em Paris.

  • Os negócios menos claros do filho de Pinto da Costa
    1:55

    Football Leaks

    Com o escândalo dos agentes de futebol a dar que falar, o Expresso revela este sábado os negócios menos claros do filho de Pinto da Costa. O nome da empresa de que é administrador, a Energy Soccer, surge na investigação em transferências de jogadores que envolvem o Futebol Clube do Porto num conflito de interesses.

  • BCE autoriza CGD a avançar com recapitalização

    Caso CGD

    A Caixa Geral de Depósitos informou esta sexta-feira que vai prosseguir com as operações da primeira fase do aumento de capital, depois de ter obtido autorização para isso junto do Banco Central Europeu (BCE) e do Banco de Portugal.

  • Condutores apanhados a mais de 200 em corridas ilegais na Ponte Vasco da Gama
    1:25
  • A história da guerra em Alepo
    7:43
  • Reino Unido em alerta máximo de terrorismo

    Mundo

    O Reino Unido elevou o alerta de terrorismo para o nível máximo depois das declarações, esta quinta-feira, do chefe das secretas britânicas. O diretor do MI6 está preocupado com eventuais ataques contra o Reino Unido e outros aliados.

  • Uma "cidade fantasma" na Letónia
    3:10
  • O anúncio de natal que está a emocionar o mundo
    1:47