sicnot

Perfil

Ataques em Paris

Ataques em Paris

Ataques em Paris

Polícia francesa detém quatro suspeitos de planear atentado em Paris

ÚLTIMA HORA

A polícia antiterrorista francesa deteve hoje quatro radicais islâmicos suspeitos de estarem a planear um atentado no centro de Paris, avança a estação de televisão TF1.

© Charles Platiau / Reuters

Três homens e uma mulher foram esta madrugada detidos num bairro do centro de Paris, no XVIII bairro, e no subúrbio Seine-Saint-Denis. Já estavam referenciados pelas forças de segurança francesas como radicais islâmicos.

Segundo a TF1, foram apreendidos munições para arma automática e equipamento informático.

Entre os suspeitos estão Aytac e Ercan B., dois irmãos franceses de origem turca e Youssef E., um islamita já conhecido dos serviços secretos.

Este francês de 28 anos foi condenado a cinco anos de prisão em março de 2014. Tinha sido detido dois anos antes no aeroporto Saint-Etienne na companhia de dois cúmplices, quando se preparavam para partir para a Síria para se juntarem a grupos jihadistas.

Youssef E. foi libertado em outubro de 2015 e estava em prisão domiciliária desde 29 de fevereiro no âmbito do estado de urgência decretado pelo Governo. A sua companheira também foi detida esta manhã.

Após uma busca aos apartamentos, os investigadores referiram ter confiscado munições de Kalachnikov, uma pistola de alarme, material informático e um cofre. A prisão preventiva pode prolongar-se no total por 96 horas.

  • "Os governos são diferentes mas o povo é o mesmo"
    0:45

    Economia

    O Presidente da República atribui o resultado do défice do ano passado ao espírito de sacrifício do povo português. Num jantar em Coimbra para assinalar o Dia do Estudante, Marcelo Rebelo de Sousa considerou ainda que o valor do défice de 2016 é a prova de que com governos diferentes conseguem-se os mesmos objetivos.

  • Recuo na saúde é primeira derrota de peso para Donald Trump
    1:18

    Mundo

    O Presidente norte-americano sofreu esta sexta-feira uma derrota de peso. O líder da Câmara dos Representantes retirou a proposta do plano de saúde de Trump, que se preparava para um chumbo na câmara baixa do Congresso. Para já, mantém-se o Obamacare.

  • Pai do piloto da Germanwings defende inocência do filho

    Mundo

    O pai de Andreas Lubitz declarou esta sexta-feira que o filho não é o responsável pelo embate do avião da Germanwings contra um local montanhoso, que fez 150 mortos. O Ministério Público alemão concluiu em janeiro que o incidente em 2015 foi apenas da responsabilidade do piloto.