sicnot

Perfil

Ataques em Paris

Ataques em Paris

Ataques em Paris

Suspeito morto em Bruxelas era argelino, outros dois em fuga

O suspeito morto ontem numa operação antiterrorista em Bruxelas era um argelino nascido em 1980, que estava em situação ilegal na Bélgica, revelaram hoje as autoridades. Outros dois suspeitos escaparam.

© Yves Herman / Reuters

Belkaid Mohammed, argelino de 35 anos, foi abatido por um sniper após ter aberto fogo contra a polícia, anunciou esta manhã a procuradoria federal belga, em conferência de imprensa.

Dois suspeitos envolvidos nos tiroteios na comuna de Forest, em Bruxelas, encontram-se ainda em fuga e são ativamente procurados pela polícia, disse o procurador Frédéric van Leeuw.

No apartamento alvo de buscas, onde os suspeitos se encontravam e onde tiveram início as trocas de tiros, foram encontrados um livro sobre salafismo e uma bandeira do Daesh.

Na operação das autoridades belgas, em conjunto com a polícia francesa, não foram encontrados explosivos, mas foram apreendidas várias Kalashnikov e munições.

Quatro polícias - três belgas e uma agente francesa - ficaram feridos sem gravidade quando realizavam buscas num apartamento, no quadro dos inquéritos aos atentados de Paris em novembro passado.

Última atualização às 11:31

  • Há companhias aéreas a contratar. TAP é uma delas
    1:28
  • Trump remarca encontro com Kim Jong-un no Twitter
    2:33

    Mundo

    A Coreia do Sul e a Coreia do Norte reuniram-se pela segunda vez em menos de um mês. Os Presidentes dos dois países dizem que estão a cooperar para que a cimeira entre Washington e Pyongyang, em Singapura, seja um sucesso. Donald Trump regressou ao Twitter para remarcar a cimeira a 12 de junho.

  • Brasil "virado do avesso" devido à greve dos camionistas
    2:27
  • Na linha do triunfo
    16:49