sicnot

Perfil

Ataques em Paris

Ataques em Paris

Ataques em Paris

Suspeito morto em Bruxelas era argelino, outros dois em fuga

O suspeito morto ontem numa operação antiterrorista em Bruxelas era um argelino nascido em 1980, que estava em situação ilegal na Bélgica, revelaram hoje as autoridades. Outros dois suspeitos escaparam.

© Yves Herman / Reuters

Belkaid Mohammed, argelino de 35 anos, foi abatido por um sniper após ter aberto fogo contra a polícia, anunciou esta manhã a procuradoria federal belga, em conferência de imprensa.

Dois suspeitos envolvidos nos tiroteios na comuna de Forest, em Bruxelas, encontram-se ainda em fuga e são ativamente procurados pela polícia, disse o procurador Frédéric van Leeuw.

No apartamento alvo de buscas, onde os suspeitos se encontravam e onde tiveram início as trocas de tiros, foram encontrados um livro sobre salafismo e uma bandeira do Daesh.

Na operação das autoridades belgas, em conjunto com a polícia francesa, não foram encontrados explosivos, mas foram apreendidas várias Kalashnikov e munições.

Quatro polícias - três belgas e uma agente francesa - ficaram feridos sem gravidade quando realizavam buscas num apartamento, no quadro dos inquéritos aos atentados de Paris em novembro passado.

Última atualização às 11:31

  • "Putin é uma ameaça maior do que o Daesh"
    0:24

    Mundo

    O senador norte-americano John Mccain atacou Vladimir Putin dizendo que é uma ameaça maior do que o Daesh. O antigo candidato à Casa Branca acusa a Rússia de querer destruir a democracia ao tentar manipular o resultado das presidenciais dos Estados Unidos.

  • "Não podemos fazer de Lisboa uma cidade para turistas"
    2:44

    Opinião

    Miguel Sousa Tavares analisou esta segunda-feira, no Jornal da Noite da SIC, o mandato de Fernando Medina na Câmara de Lisboa. O comentador da SIC defendeu que o autarca tem "muitos problemas por resolver" e que a Câmara tem investido "mais na recuperação de zonas em que os lisboetas praticamente não conseguem ir". Sousa Tavares disse ainda que Lisboa não pode ser uma cidade para turistas.

    Miguel Sousa Tavares

  • "É muito importante ceder à tentação de se abolir a liberdade"
    1:06