sicnot

Perfil

Ataques em Paris

Ataques em Paris

Ataques em Paris

Identificado novo suspeito de envolvimento nos atentados de Paris

A Procuradoria federal belga identificou hoje um novo suspeito de ter participado nos atentados terroristas de Paris, em novembro de 2015, e que era conhecido sob um nome falso.

LAURENT DUBRULE

O presumível cúmplice foi identificado como Najim Laachraoui, de 24 anos, mais conhecido pelo nome falso de Sufiane Kayal, tendo a justiça belga revelado uma foto do suspeito e lançado um novo apelo a testemunhas que possam ajudar na sua localização.

As investigações revelaram que Sufiane Kayal pode ser identificado como Najim Laachraui, nascido a 18 de maio de 1991 e que viajou para a Síria em fevereiro de 2013, segundo um comunicado da procuradoria.

Segundo o comunicado da Procuradoria federal, o suspeito terá arrendado, sob a identidade falsa, uma casa no Sul da Bélgica onde terão sido preparados os atentados em Paris.

O suspeito estava também num carro que foi controlado a 9 de setembro de 2015 na fronteira austro-húngara, viajando com Salah Abdeslam e Mohamed Belkaïd, um argelino de 35 anos que foi abatido numa operação policial, na terça-feira, em Forest, uma autarquia de Bruxelas.

Laachraui é suspeito de ter estado em contacto telefónico com membros do comando terrorista na noite de 13 de novembro.

A identificação de Laachraui foi feita após a captura, na sexta-feira, de Salah Abdeslam, em Bruxelas, após mais de quatro meses em fuga.

Abdeslam foi já formalmente acusado de homicídios terroristas e de participação em atividades organização terrorista.

Os atentados de 13 de novembro em Paris, reivindicados pelo grupo extremista Daesh, fizeram 130 mortos e mais de 300 feridos.

Lusa

  • Abdeslam estava a preparar ataques em Bruxelas
    1:45

    Mundo

    O governo belga diz que Salah Abdeslam preparava novos ataques em Bruxelas. O suspeito pelos atentados de Paris que mantém a recusa em ser extraditado para França é interrogado esta quarta-feira por um juiz. A primeira noite foi passada na prisão alta segurança de Bruges.

  • Terrorista mais procurado da Europa foi capturado
    2:05

    Mundo

    O terrorista mais procurado da Europa, Salah Abdeslam, foi capturado no bairro de Molenbeek, esta tarde, em Bruxelas. O homem é suspeito dos atentados de novembro em Paris. Abdeslam estava em fuga há quatro meses e não terá saído da Bélgica durante esse período de tempo.

  • Dois alegados terroristas procurados em Bruxelas
    1:44

    Ataques em Paris

    Está confirmada a identidade do suspeito abatido ontem pelas autoridades belgas. Trata-se de um um cidadão argelino de 35 anos que entrou e vivia no país de forma ilegal. A procuradoria belga confirma ainda que há outros dois suspeitos em fuga e quatro polícias feridos nesta operação, que está relacionada com a investigação aos atentados de Paris.

  • Tiroteio no Mississipi provoca oito mortos
    1:23

    Mundo

    Oito pessoas morreram, incluindo um polícia, depois de um tiroteio no estado norte-americano do Mississipi, nos Estados Unidos da América. O suspeito, um homem de 36 anos, já foi detido, mas as autoridades dizem que ainda é cedo para saber os motivos.

  • Portugal vai voltar a poder levantar a voz em Bruxelas
    1:40

    Economia

    Carlos Moedas diz que Portugal vai voltar a poder levantar a voz em Bruxelas a propósito da saída do procedimento por défice excessivo. Em entrevista ao Diário de Notícias e à TSF, o comissário europeu levanta dúvidas sobre a renegociação da dívida e garante que a escolha de Mário Centeno para a liderança do Eurogrupo vai depender do entendimento dos países do euro.

  • Trump adia decisão sobre permanência nos acordos de Paris
    1:48
  • Polícia usa gás lacrimogéneo para dispersar manifestantes contra cimeira do G7
    2:28

    Mundo

    A cimeira do G7 terminou este sábado com confrontos entre manifestantes e a polícia na ilha italiana da Sicília e sem o compromisso de Donald Trump sobre o Acordo de Paris para a redução de emissões de dióxido de carbono. O Presidente dos EUA fez saber na rede social Twitter que vai tomar a decisão final durante a próxima semana.