sicnot

Perfil

Ataques em Paris

Ataques em Paris

Ataques em Paris

Suspeito dos ataques em Paris detido pode ser o "homem do chapéu" de Bruxelas

Em desenvolvimento

Mohamed Abrini, procurado por suspeitas de estar ligado aos ataques de Paris, foi detido hoje na Bélgica, segundo a televisão pública VRT. O belga de 31 anos estava na lista dos mais procurados na Europa e poderá ser o "homem do chapéu" dos atentados de Bruxelas.

AP

Última atualização às 16:12

A procuradoria belga não confirma e adianta apenas que fez hoje várias buscas e detenções, ligadas aos ataques de Bruxelas, e anunciou que será dada em breve uma conferência de imprensa.

Também a France Press noticia a detenção de Mohamed Abrini, citando fontes policiais.

Abrini terá sido identificado como o quando apareceu num vídeo de vigilância com Salah al-Abdeslam, outro dos suspeitos dos ataques em Paris, onde 130 pessoas morreram e mais de 300 ficaram feridas.

De acordo com a VRT, Mohamed Abrini poderá ser também o terceiro homem do atentado no aeroporto de Bruxelas, o homem que apareceu de chapéu nas imagens divulgadas pelas autoridades.

Abdeslam foi detido há duas semanas em Bruxelas, quatro dias antes dos bombistas suicidas do Daesh atacarem Bruxelas. As duas explosões no aeroporto de Zaventem e numa estação de metro no centro de Bruxelas fizeram 35 mortos e centenas de feridos.

  • BE diz que é urgente preparar o país para a saída do euro
    1:10

    País

    Catarina Martins diz que é urgente preparar o país para o cenário de saída do euro. No final da reunião da mesa nacional do Bloco de Esquerda, a coordenadora do partido criticou o encontro de líderes europeus em Roma e disse ainda que a Europa da convergência chegou ao fim.

  • "Mais UE não significa mais Europa"
    0:50

    País

    O secretário-geral do PCP insiste nas críticas à União Europeia. Um dia depois da comemoração dos 60 anos do Tratado de Roma, Jerónimo de Sousa defendeu, no Seixal, que o modelo europeu está esgotado e prejudica vários países, incluindo Portugal.

  • Aplicação WhatsApp acusada de permitir conversas secretas entre terroristas
    1:45
  • "Um Lugar ao Sol"
    17:05
    Perdidos e Achados

    Perdidos e Achados

    SÁBADO NO JORNAL DA NOITE

    O Perdidos e Achados foi conhecer como eram as férias de outros tempos. Quando o Estado Novo controlava o lazer dos trabalhadores e criava a ilusão de um país exemplar. Na Costa de Caparica, onde é hoje o complexo do INATEL estava instalada a maior colónia de férias do país, chamava-se "Um Lugar ao Sol".