sicnot

Perfil

Ataques em Paris

Ataques em Paris

Ataques em Paris

Bélgica revela que Mohamed Abrini participou nos atentados de Paris

Mohamed Abrini foi acusado de assassinatos terroristas pela Justiça belga. A procuradoria federal da Bélgica revela que Abrini participou nos atentados de 13 de novembro em Paris, onde morreram mais de 120 pessoas.

AP

A Justiça diz que ainda não foi possível confirmar se Mohamed Abrini é ou não o homem do chapéu, que seguia com os dois bombistas suicidades momentos antes do atentado no aeroporto de Bruxelas.

A procuradoria diz também que outro dos detidos, Osama K., é o segundo homem envolvido no ataque na estação de metro de Maalbeek, que está também acusado de assassinatos terroristas.

Para além destes dois, foram acusados mais dois homens suspeitos de participar em ataques.

Ao início desta tarde, a polícia belga levou a cabo uma operação em Etterbeek, um bairro de Bruxelas, perto dos edifícios da Comissão Europeia mas ninguém foi detido. A operação decorreu num prédio com apartamentos e uma loja, que foi o local central das buscas. Esta operação estaria relacionada com os ataques terroristas em Bruxelas, mas não produziu resultados.

O raide policial contou com mais de 50 agentes no local, assim como atiradores de elite e equipas de desativação de engenhos explosivos.

  • Procurador confirma cinco detidos em Bruxelas
    1:22

    Atentados em Bruxelas

    No âmbito das investigações aos atentados de Paris e de Bruxelas o procurador belga adiantou que cinco pessoas foram detidas em Bruxelas. Entre os detidos estão Mohamed Abrini e Osama Kraime. No entanto, o papel que tiveram nos atentados terroristas, em particular se se trata do "homem do chapéu" e do atacante da estação de metro, só o prosseguir da investigação poderá apurar.

  • Procurador belga confirma detenção de suspeito de ataques em Paris
    1:54

    Mundo

    O procurador de Bruxelas confirmou que um dos detidos na operação antiterrorista de ontem é Mohamed Abrini, suspeito dos ataques de Paris e que é provavelmente o famoso homem do chapéu dos atentados de Bruxelas.O momento da detenção de Mohamed Abrini foi filmado e testemunhado por moradores da rua onde decorreu a operação. Quem presenciou o momento em que o terrorista foi apanhado diz que este andava calmamente no passeio quando a polícia se atravessou no caminho.

  • Surto de hepatite A em Portugal
    2:45

    País

    Há um surto de hepatite A em Portugal. Desde janeiro, 105 pessoas foram diagnosticadas na região de Lisboa e Vale do Tejo, um número superior aos casos contabilizados em todo o país nos últimos 40 anos. O surto terá começado na Holanda e está a atingir quase toda a Europa. A Direção-Geral de Saúde vai divulgar ainda esta terça-feira as normas de orientação clínica para que os médicos possam lidar da melhor maneira com este surto.

  • Bruno de Carvalho e Octávio Machado suspensos

    Desporto

    O presidente do Sporting, Bruno de Carvalho, e o diretor-geral para o futebol, Octávio Machado, foram esta terça-feira suspensos pelo Conselho de Disciplina da Federação Portuguesa de Futebol, na sequência de uma queixa apresentada pelo Benfica em novembro de 2015.

  • Corredora exausta é levada ao colo até à meta na meia maratona do amor
    1:06

    Mundo

    Aconteceu este domingo em Filadélfia, EUA. A poucos metros da meta uma corredora exausta é amparada por dois colegas. Mas o cansaço é tanto que fica sem força nas pernas. É quando aparece a terceira ajuda. Um homem volta para trás e leva-a no colo até à meta. A centímetros do fim larga-a para que a corredora possa atravessar a meta pelo seu próprio pé.

    Patrícia Almeida

  • Kennedy acreditava que Hitler estava vivo

    Mundo

    Um diário de John F. Kennedy vai a leilão em Boston, nos Estados Unidos da América. O diário foi escrito durante a sua breve carreira como jornalista, depois da 2.ª Guerra Mundial. No livro, foram expostas algumas teorias do antigo Presidente norte-americano, como a possibilidade de Hitler estar vivo.

    Ana Rute Carvalho