sicnot

Perfil

Ataques em Paris

Ataques em Paris

Ataques em Paris

Áustria entrega a França dois suspeitos de participarem nos ataques de Paris

Áustria vai entregar às autoridades francesas dois homens suspeitos de terem participado nos ataques de 13 de novembro em Paris e que foram detidos num centro de refugiados em dezembro, informaram fontes judiciais.

Adel Haddadi, um argelino de 28 anos, e Mohammad Usman, um paquistanês de 34 anos, foram detidos a 10 de dezembro em Salzburgo.

Fonte próxima da investigação em França confirmou à agência noticiosa AFP a transferência dos dois homens sob quem pendia um mandado de captura europeu emitido pelas autoridades francesas.

A procuradoria-geral de Salzburgo recusou-se a confirmar a informação. Segundo a mesma fonte, Adel Haddadi terá "provavelmente participado nos assassínios em Paris".

"Ele desembarcou na ilha de Leros (Grécia) a 03 de outubro, juntamente com Mohammad Usman e dois iraquianos, não identificados, que se fizeram explodir perto do estádio de França, em Saint-Denis, a 13 de novembro", explicou.

Depois de chegarem a Leros, a polícia grega detetou que os passaportes de Haddadi e Usman eram falsos e os homens foram detidos e transferidos para um centro de acolhimento na Áustria.

O suspeito argelino juntou-se ao grupo extremista Estado Islâmico em fevereiro de 2015 e o paquistanês é descrito como um pirotécnico próximo de dois grupos extremistas paquistaneses ligados à Al-Qaida.

Os ataques de novembro em Paris, reivindicados pelo grupo extremista Estado Islâmico, provocaram 130 mortos e mais de 350 feridos.

Lusa

  • "O euro como o conhecemos é uma construção imperfeita"
    1:26

    Economia

    O primeiro-ministro diz que o euro como o conhecemos é uma construção imperfeita e que sem regras iguais para todos não é possível a reforma da moeda única. As declarações de António Costa foram feitas esta terça-feira, em Lisboa, numa conferência intitulada de "Consolidar o Euro. Promover a Convergência".

  • "A Miss Helsínquia é a mulher mais feia que já vi num concurso de beleza"

    Mundo

    Sephora Lindsay Ikabala venceu o concurso Miss Helsínquia 2017 e, desde então, tem vindo a ser insultada e criticada nas redes sociais. A nigeriana de 19 anos vive na cidade desde criança. "A Miss Helsínquia é literalmente a mulher mais feia que já vi num concurso de beleza", é apenas um dos muitos comentários que circula nas redes sociais.

  • As propostas Chanel para a próxima estação
    1:34

    Mundo

    Um dos desfiles mais aguardados do mundo da moda aconteceu esta segunda-feira, em Paris, com as propostas da casa Chanel para a próxima estação primavera/verão. No final do desfile, e pela primeira vez em 30 anos, Karl Lagarfeld não deu nenhuma entrevista à comunicação social.