sicnot

Perfil

Atentado em Istambul

Atentado em Istambul

Atentado em Istambul

CIA afirma que ataque em Istambul "tem a marca" do Daesh

O atentado de terça-feira num aeroporto Atatürk Istambul, que matou 41 pessoas, tem a "marca" do grupo extremista Estado Islâmico, afirmou hoje o diretor da CIA, John Brennan.

Ismail Coskun

"O ataque desprezível no aeroporto internacional de Istambul, que matou dezenas de pessoas e feriu muitas outras, tem sem dúvida nenhuma a marca da depravação do Daesh", declarou Brennan numa conferência em Washington.

O presidente norte-americano, Barack Obama, já tinha sugerido que o atentado seria obra da organização jihadista.

O primeiro-ministro turco, Binali Yildirim, apontou também o dedo ao Daesh, afirmando que "os indícios apontam para o grupo".

"Na maioria dos casos, se não em todos", o Daesh nunca reivindicou os ataques lançados na Turquia, recordou Brennan.

Os jihadistas realizaram os ataques para "enviar uma mensagem" aos turcos, mas não os reivindicaram pois não querem "alienar indivíduos dos quais podem tentar obter apoio", afirmou Brennan.

Com Lusa

  • Oposição diz que défice abaixo dos 2,3% se deve ao aumento de impostos
    2:24

    Economia

    O défice de 2016 vai ficar abaixo dos 2,3%, uma garantia dada pelo primeiro-ministro durante o debate quinzenal desta terça-feira. A oposição diz que o resultado é bom para o país mas que se deve a um aumento de impostos, feito pelo Governo no ano passado, e ao trabalho do PSD e do CDS nos anos anteriores.

  • Temperaturas negativas em várias zonas do país nos próximos dias
    1:57

    País

    O frio vai começar a fazer-se sentir nos próximos dias com as temperaturas a descerem para valores negativos em várias zonas do país. Em Lisboa, cinco estações de metro vão estar abertas durante a noite para albergar os sem-abrigo que também vão receber agasalhos e refeições quentes.

  • Medalha idêntica à de Anne Frank encontrada em campo nazi

    Mundo

    Um grupo de investigadores encontrou uma medalha praticamente igual à de Anne Frank, nas escavações ao campo nazi de extermínio Sobibor, na Polónia. Os especialistas do Memorial do Holocausto Yad Vashem em Israel acreditam que a medalha pertencia a Karoline Cohn, que pode ter conhecido Anne Frank.