sicnot

Perfil

Atentado em Istambul

Atentado em Istambul

Atentado em Istambul

"Mais uma inaceitável demonstração da barbárie dos que recusam a paz"

O Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, condenou hoje "veementemente o terrível atentado" no aeroporto de Istambul, que fez pelo menos 36 mortos, considerando-o como "mais uma inaceitável demonstração da barbárie dos que recusam a paz".

(SIC/ Arquivo)

"O Presidente da República condena veementemente o terrível atentado de Istambul, mais uma inaceitável demonstração da barbárie dos que recusam a paz, a liberdade e a democracia, e apresenta sentidas condolências à Turquia e às famílias de todas as vítimas de diversas nacionalidades", pode ler-se no comunicado publicado na página oficial da Presidência da República.

O aeroporto de Atatürk, em Istambul, um dos mais movimentados do mundo, foi palco, na noite de terça-feira, de um triplo atentado suicida que resultou em pelo menos 36 mortos e 147 feridos, segundo o mais recente balanço oficial.

A autoria do atentado -- o quarto a atingir a maior cidade turca desde o início do ano -- ainda não foi reivindicada.

O primeiro-ministro turco afirmou que os primeiros indícios apontam para o grupo extremista Estado Islâmico (EI) como o responsável pelo triplo atentado suicida.

Lusa

  • Porque é que Melania e Ivanka vestiram preto para conhecer o Papa

    Mundo

    Melania e Ivanka chegaram ao Vaticano de preto, uma escolha muito questionada. De vestidos longos e véus, as mulheres Trump seguiram assim o dress code aconselhado nas audiências com o Papa. Também Michelle Obama usou uma vestimenta do género, em 2009, quando visitou Bento XVI.

  • Escola de Vagos castiga alunos por protesto contra a homofobia e preconceito

    País

    Os alunos da Escola Secundária de Vagos, no distrito de Aveiro, organizaram um protesto contra o que consideram homofobia e preconceito. Segunda-feira, depois de duas alunas se terem beijado foram chamadas à direção da escola, que as terá informado que não podiam beijar-se em público. O protesto foi gravado e partilhado nas redes sociais. Em declarações à SIC Notícias, um dos alunos disse que todos os envolvidos no protesto vão ser alvos de um processo disciplinar. O Bloco de Esquerda já pediu esclarecimentos ao Ministério da Educação.

    EXCLUSIVO

    Rita Pedras