sicnot

Perfil

Atentado em Istambul

Atentado em Istambul

Atentado em Istambul

NATO condena atentado em Istambul e expressa solidariedade da aliança

O secretário-geral da NATO, Jens Stoltenberg, condenou hoje o atentado no aeroporto de Istambul, que fez pelo menos 36 mortos, e expressou a solidariedade e unidade da Aliança Atlântica com a Turquia para derrotar o terrorismo.

© Yves Herman / Reuters

"Condeno veementemente os horrendos atentados", assinalou o responsável máximo da NATO, afirmando que os seus pensamentos estão com as famílias das vítimas, com os feridos e com o povo turco, em geral.

"Não pode haver nenhuma justificação para o terrorismo", disse Stoltenberg, assegurando que os aliados "estão unidos" na "determinação para combater o terrorismo em todas as suas formas".

O aeroporto de Atatürk, em Istambul, um dos mais movimentados do mundo, foi palco, na noite de terça-feira, de um triplo atentado suicida que resultou em pelo menos 36 mortos e 147 feridos, segundo o mais recente balanço oficial.

A autoria do atentado - o quarto a atingir a maior cidade turca desde o início do ano - ainda não foi reivindicada.

O primeiro-ministro turco afirmou que os primeiros indícios apontam para o grupo extremista Estado Islâmico (EI) como o responsável pelo triplo atentado suicida.

Lusa

  • Dois jovens atropelados mortalmente no concelho de Montemor-o-Velho
    2:20
  • Presidente de "O Sonho" suspeito de peculato e fraude
    2:26

    País

    O presidente das três instituições de solidariedade social de Setúbal - incluindo "O Sonho" -, que na sexta-feira foram alvo de buscas, foi constituído arguido. Florival Cardoso é, por enquanto, o único suspeito de peculato e fraude na obtenção de subsídios para as instituições.

  • Manifestação contra mina de urânio junta milhares em Salamanca
    1:39
  • Assalto a Tancos e roubo de armas da PSP podem estar relacionados
    1:24

    País

    O assalto a Tancos e o roubo de armas da PSP, três recuperadas na semana passada, podem estar relacionados. O semanário Expresso avançou este sábado que há suspeitos de terem participado nos dois assaltos e o grupo, ou parte dele, atua principalmente do Algarve, com possíveis ligações a outras organizações espalhadas pelo país ou até transacionais.

  • Cessar-fogo de 30 dias na Síria
    2:07