sicnot

Perfil

Atentado em Istambul

Habitantes de Istambul admitem ter medo de sair à rua

REPORTAGEM SIC

Habitantes de Istambul admitem ter medo de sair à rua

Os atentados que atingem a Turquia há pelo menos 13 meses estão mudar os hábitos de boa parte dos habitantes, especialmente nas cidades mais afetadas, Ancara e Istambul. Em alguns casos, há medo não só de estar no meio de grandes multidões mas até de sair à rua. A SIC encontrou quem já tenha vivido perto demais o terror que o país atravessa por estes dias.

  • Turismo em queda na Turquia após os atentados
    2:53

    Atentado em Istambul

    Istambul foi alvo de dois atentados terroristas só este mês e, após o atentado de terça-feira no aeroporto, as ruas ficaram mais vazias. Os comerciantes do Bazar de Istambul não se lembram de dias com tão poucos turistas. Em maio, as reservas nos hotéis foram 35% inferiores às do ano passado e o Ministério do Turismo confirmou ter sido a maior quebra na entrada de turistas em 22 anos, numa altura em que os planos são apoiar a atividade turística em milhões de euros.

  • Turquia decreta três dias de luto nacional
    2:47

    Atentado em Istambul

    Todos os indícios do atentado em Istambul parecem apontar para a autoria do Daesh, defendem as autoridades. A Turquia decretou três dias de luto nacional em memória das vítimas. Já se realizaram alguns dos funerais, numa altura em que o país luta para restabelecer a segurança naquele que é um dos mais movimentados aeroportos do mundo.

  • BE acusa direita de bloquear atual comissão à CGD
    1:37

    Caso CGD

    O Bloco de Esquerda acusa a oposição de estar a fazer tudo para impedir as conclusões da comissão de inquérito sobre a Caixa Geral de Depósitos que está em curso. Numa altura em que PSD e CDS já entregaram o requerimento para avançar com uma segunda comissão, Catarina Martins defende que ainda há muita coisa por apurar sobre o processo de recapitalização do banco público.

  • Visita de Costa a Angola pode estar em risco
    2:26

    País

    A visita de António Costa a Luanda poderá estar em risco devido à acusação da justiça portuguesa contra o vice-Presidente de Angola. O jornal Expresso avança que o comunicado com a reação dura do Governo angolano é apenas o primeiro passo e que pode até estar a ser preparado um conjunto de medidas contra Portugal. Para já, o primeiro-ministro português desvaloriza a ameaça e mantém a visita marcada para a primavera.