sicnot

Perfil

Atentado em Nice

Espanha condena atentado e manifesta apoio ao povo francês

O chefe do Governo espanhol, Mariano Rajoy, e o líder do PSOE, Pedro Sánchez, condenaram hoje o atentado perpetrado em Nice, sul de França, que provocou a morte a pelo menos 30 pessoas.

© Eric Gaillard / Reuters

"Comovido com as notícias que nos chegam desde Nice estou a acompanhá-las com preocupação. Os meus pêsames para as vítimas e todo o povo francês", disse Mariano Rajoy.

Pedro Sanchez também manifestou a sua solidariedade e apoio a todo o povo francês.

Um camião atingiu esta noite uma multidão em Nice, França, na Promenade des Anglais, quando assistiam a um fogo-de-artifício para celebrar o dia de França.

Há informação de pelo menos 30 mortos e uma centena de feridos, segundo a polícia e a câmara da cidade. O condutor do camião foi abatido pela polícia.

As autoridades francesas já consideraram este ataque um atentado e o Presidente da França, François Hollande, vai reunir o gabinete de crise.

Lusa

  • Cinco anos depois do incêndio na Serra do Caldeirão
    5:24
  • Destaques económicos que marcaram a semana
    2:03

    Economia

    A semana ficou marcada pela tragédia provocada pelos incêndios no centro do país. No entanto importa olhar para o que se passou noutras áreas e fazer um resumo das notícias relacionadas com a economia. 

  • Martin Schulz ataca Merkel a três meses das legislativas

    Mundo

    O social-democrata alemão Martin Schulz passou este domingo à ofensiva, a três meses das eleições legislativas, ao acusar Angela Merkel de "arrogância" e de sabotar a "democracia", quando as sondagens apontam para uma larga vantagem da chanceler da Alemanha.

  • Martha, a cadela mais feia do mundo
    0:42

    Mundo

    A cadela Martha, de raça mastim napolitano ficou em primeiro lugar na edição anual do concurso que elege os cães mais feios do mundo. A cadela tem três anos, pesa 57 quilos e foi resgatada pela dona quando estava praticamente cega. Acabou por recuperar a visão depois de várias operações. Martha e a dona receberam um prémio de 1.500 dólares e uma viagem a Nova Iorque para marcarem presença em programas de televisão.