sicnot

Perfil

Atentado em Nice

Bélgica mantém nível de alerta mas convoca conselho de segurança

As autoridades belgas decidiram hoje manter o nível de alerta terrorista (em 3 numa escala de 4), na sequência do atentado em Nice (França), mas irão rever as medidas previstas para a festa nacional, a 21 de julho próximo.

© Francois Lenoir / Reuters

Depois do ataque perpetrado na quinta-feira à noite em Nice, que visou uma multidão que assistia a um fogo-de-artifício por ocasião das celebrações da festa nacional francesa, o órgão belga de coordenação de análise de ameaça (OCAM) decidiu hoje manter o alerta de ameaça "grave, possível e provável", indicou o Ministério do Interior, mas o Conselho Nacional de Segurança foi convocado para hoje para reapreciar as medidas de segurança em torno da festa nacional belga, que se celebra na próxima quinta-feira.

"Já previmos um pacote de medidas no âmbito da preparação do 21 de julho e haverá uma avaliação permanente por parte dos nossos serviços de segurança sobre as medidas necessárias", que serão atualizadas com "as novas informações que resultam deste ato" terrorista em Nice, afirmou hoje à estação televisiva RTBF o primeiro-ministro belga, Charles Michel, que anunciou a celebração de uma reunião extraordinária do Conselho Nacional de Segurança, ao final da manhã de hoje, para esse efeito.

O Ministério dos Negócios Estrangeiros belga indicou, por outro lado, que ainda não tem indicação de cidadãos belgas entre as vítimas mortais, mas está a tentar localizar cerca de duas dezenas de belgas sobre os quais ainda não teve notícias.

Nice é um destino de eleição para os turistas belgas.

Um camião atingiu na quinta-feira à noite uma multidão em Nice, França, na Promenade des Anglais, quando decorria um fogo-de-artifício para celebrar o dia de França.

O último balanço aponta para 84 mortos e uma centena de feridos, 18 dos quais continuam em estado considerado crítico, segundo o balanço mais recente das autoridades francesas. O condutor do camião foi abatido pela polícia.

As autoridades francesas já consideraram estar perante um atentado e o Presidente de França, François Hollande, anunciou o prolongamento por mais três meses do estado de emergência que vigora no país desde o ano passado.

A autoria do ataque ainda não foi reivindicada.

Lusa

  • Prisão preventiva para marroquino suspeito de apoiar o Daesh

    País

    O juiz do Tribunal Central de Instrução Criminal impôs esta quinta-feira prisão preventiva ao cidadão marroquino, detido na Alemanha e entregue a Portugal, suspeito de adesão e apoio ao grupo extremista Daesh e recrutamento e financiamento ao terrorismo.

  • "A isto chama-se pura hipocrisia"
    1:13

    Caso CGD

    Pedro Passos Coelho classifica a atuação do Governo na gestão da Caixa Geral de Depósitos como um "manual de cinismo político insuportável", declarações feitas pelo líder do PSD durante a reunião do Conselho Nacional em Lisboa.

  • O momento em que Trump quis ser um camionista

    Mundo

    O Presidente norte-americano Donald Trump reuniu-se esta quinta-feira com representantes da indústria de camionagem. Não é apenas do encontro que lhe falamos, mas principalmente da invulgar receção feita por Trump, que entrou para um camião, fingiu que o conduzia e buzinou... em pleno jardim da Casa Branca.

  • FBI investiga possível campanha de espiões russos contra Hillary
    0:57

    Mundo

    A suspeita de ligação entre a equipa de Donald Trump e operacionais russos está a aumentar. A CNN diz que a equipa do Presidente do Estados Unidos da América se coordenou com os russos para atingir Hillary Clinton. O FBI está a investigar registos telefónicos, de viagens, relatórios e transações para offshores.

  • Mais de 20 milhões estão a morrer à fome em África

    Mundo

    África enfrenta a maior crise desde 1945, com mais de 20 milhões de pessoas a morrer de fome em três países, Sudão do Sul, Somália e Nigéria, disse esta quinta-feira um responsável do Programa Alimentar Mundial das Nações Unidas.

  • Jovem violada em direto no Facebook não se sente em segurança

    Mundo

    A jovem de 15 anos que foi abusada sexualmente por cinco ou seis homens durante um vídeo em direto para o Facebook está a receber tratamento. A mãe da jovem deu uma entrevista, na qual disse que a filha já não se sente em segurança na sua vizinhança, depois de receber ameaças na internet.

  • Menina "rouba" chapéu ao Papa
    0:27

    Mundo

    Estella Westrick tem apenas três anos, mas já conseguiu chegar aos jornais de todo o mundo, depois de "roubar" o chapéu do Papa. Durante uma visita da família na quarta-feira ao Vaticano, a criança - que não parece estar muito contente no vídeo - foi pegada ao colo por um dos funcionários do Vaticano, que a levou depois até ao Papa. Nesta altura, Estella aproveitou para tirar o solidéu episcopal, arrancando gargalhadas de toda a gente, especialmente do Papa Francisco.

  • O edifício mais longo do mundo

    Mundo

    Se pensa que já viu tudo em relação aos edifícios mais longos e complexos do mundo, pense duas vezes. O edifício mais longo do mundo pode estar prestes a chegar e promete fazer de Nova Iorque uma cidade ainda mais atrativa.