sicnot

Perfil

Atentado em Nice

Christian Estrosi critica forças policiais na noite do ataque

Christian Estrosi criticou hoje a forma de atuar das forças policiais, na Promenade des Anglais, local onde ocorreu o atentado de quinta-feira à noite, e avançou que vai pedir explicações ao presidente francês, François Hollande.

© Eric Gaillard / Reuters

"Como é possível que aquele camião tenha penetrado numa zona pedonal, (...) como é possível que [o autor do massacre] pudesse atuar sozinho", disse, indignado, o presidente da região de Provença, Alpes, Costa Azul, Christian Estrosi, numa entrevista à radio 'RMC' e à televisão 'BFM TV'.

Aquele responsável disse que hoje, quando chegar a Nice, fará esta pergunta a François Hollande, mas que também quer saber quantos polícias foram destacados para o centro da cidade e como é possível ocorrer um ataque num local onde estavam concentradas milhares de pessoas, numa rua, a assistir aos fogos-de-artifício, da Festa Nacional francesa, a comemorar o Dia da Bastilha.

Christian Estrosi, membro destacado do partido da oposição, Os Republicanos, presidido por Nicolas Sarkozi, insistiu que "não [pode] imaginar" que o condutor do camião, o qual foi abatido pela polícia, "tenha conseguido atuar sozinho", e que, por esse motivo, irá reclamar que se "aclare a cadeia de cumplicidades".

O político conservador criticou a atuação do Governo socialista argumentando com a série de atentados 'jihadistas' que têm ocorrido em França desde o ano passado, e mesmo assim não terem sido aplicadas "as medidas extremamente fortes" que tinha exigido.

Falou em particular da necessidade de identificar e isolar quem foi combater para grupos 'jihadistas' na Síria ou no Iraque, e que retornaram a França, mas também atenção aos presos por terrorismo que se encontram na prisão.

Christian Estrosi exigiu igualmente que sejam vigiados e controlados todos aqueles que estão identificados como suspeitos de terrorismo.

Lusa

  • Espanha e Portugal a um ponto dos oitavos

    Mundial 2018 / Irão

    A Espanha colocou-se esta quarta-feira a um ponto dos oitavos de final do Mundial 2018 e deixou Portugal em situação idêntica, ao vencer o Irão por 1-0, em jogo do grupo B, disputado em Kazan.

  • E vão quatro de Ronaldo
    1:58
  • "Ronaldos nascem na Rússia como cogumelos"
    1:49
  • Lançamento de balões no São João do Porto em risco

    País

    Lançar balões nas festas do São João do Porto pode não ser possível este ano, tudo irá depender das condições atmosféricas. A Secretaria de Estado das Florestas e do Desenvolvimento Rural admitiu, esta quarta-feira, que está a acompanhar a situação mas que ainda nada está decidido.