sicnot

Perfil

Atentado em Nice

Há pelo menos nove estrangeiros entre as vítimas mortais em Nice

Pelo menos nove das 84 vítimas mortais de um camião desgovernado que embateu contra a multidão, que, na quinta-feira à noite, festejava um feriado nacional na cidade francesa de Nice, são estrangeiras.

© Pascal Rossignol / Reuters

O Departamento de Estado dos Estados Unidos informou que dois americanos morreram no que as autoridades francesas pensam ser um ataque terrorista. Segundo o diário texano American-Statesman, trata-se de dois veraneantes, que passavam férias em família, na cidade costeira francesa.

Também o ministro dos Negócios Estrangeiros russo já confirmou, através da rede social Facebook, que há uma estudante russa entre as vítimas mortais.

O mesmo fizeram os representantes das diplomacias arménia, ucraniana e suíça -- há um cidadão de cada país na lista de baixas da carnificina de Nice, que tem sido atribuída ao condutor do camião, um franco-tunisino residente na cidade.

Pelo menos três alemães, uma professora e dois alunos, que estavam de visita a Nice, foram igualmente mortos, segundo informaram responsáveis escolares locais.

Por seu lado, o Ministério dos Negócios Estrangeiros belga reconheceu não ter indicações sobre o paradeiro de duas dezenas de cidadãos nacionais.

Entre as dezenas de feridos já registados, estão pelo menos três estrangeiros, um britânico e dois romenos.

Para já, não foi identificado nenhum cidadão português entre as vítimas. "A embaixada e os consulados portugueses em França, em coordenação com as autoridades francesas, estão a acompanhar a situação e a prestar os esclarecimentos e o apoio necessários aos cidadãos portugueses", garantiu o Governo, em comunicado enviado às redações.


Lusa

  • O fim do julgamento do caso BPN, seis anos depois
    2:26

    País

    O antigo presidente do BPN José Oliveira Costa tentou adiar o fim do julgamento principal do caso com um recurso para o Tribunal Constitucional. Apesar disso, a leitura do acórdão continua marcada para esta quarta-feira, quase seis anos e meio depois de os 15 arguidos se terem sentado pela primeira vez no banco dos réus.

  • José Oliveira Costa, o rosto do buraco financeiro do BPN
    3:04

    País

    José Oliveira Costa foi o homem forte do BPN durante 10 anos e tornou-se o rosto do gigantesco buraco financeiro. Manteve-se em silêncio durante todo o julgamento, mas falou aos deputados da comissão de inquérito, para negar qualquer envolvimento no escândalo que fez ruir o BPN.

  • Saída do Procedimento por Défice Excessivo marca debate no Parlamento
    1:40
  • Filhos tentam anular casamento de pai de 101 anos

    País

    O casamento de um homem de 101 anos com uma mulher com metade da idade, em Bragança, está a ser contestado judicialmente pelos filhos do idoso, que acusam aquela que era empregada da família de querer ser herdeira.