sicnot

Perfil

Atentado em Nice

Identificado autor do atentado em Nice

O motorista do camião que avançou na quinta-feira à noite sobre uma multidão em Nice (sudeste de França), matando pelo menos 84 pessoas antes de ser abatido pela polícia, foi "formalmente identificado", indicaram fontes dos serviços de segurança franceses.

© Eric Gaillard / Reuters

Segundo as fontes, o bilhete de identidade do motorista, encontrado no veículo pela polícia, dá conta de um cidadão franco-tunisino de 31 anos, residente em Nice.

"Estão várias operações atualmente em curso, nomeadamente em Nice", indicaram as fontes, incluindo na residência do autor, que tinha também em seu poder uma arma de calibre 7,65 milímetros que utilizou antes de ser abatido pela polícia.

Segundo as fontes, o autor do incidente tinha também em seu poder outras armas e uma granada de mão, todas de imitação.

No camião, alugado alguns dias antes na região de Nice, também foram encontrados um cartão de crédito e um telemóvel, que poderão ajudar nas investigações.

O atentado ocorreu na avenida marginal de Nice, a Promenade des Anglais, que, na altura, assistia a um fogo-de-artifício para celebrar o dia nacional de França, fazendo pelo menos 84 mortos.

As autoridades francesas consideram estar perante um atentado terrorista e o Presidente de França, François Hollande, anunciou o prolongamento por mais três meses do estado de emergência que vigora no país desde o ano passado.

A autoria do ataque ainda não foi reivindicada.

Lusa/

  • Costa desvaloriza ameaça e mantém planos de visita a Angola
    2:27

    Economia

    O governo angolano reagiu duramente à acusação do Ministério público portugues contra o vice-presidente de Angola. Luanda diz que a acusação é um sério ataque à República de Angola que pode perturbar as relações entre os dois paises. António Costa desvaloriza a ameaça e mantém os planos de uma visita a Angola na primavera.

  • Catarina Martins diz que é preciso ouvir os dois secretários de Estado sobre offshores
    1:27

    Economia

    O Bloco de Esquerda diz que participa com empenho em todas as comissões de inquérito, mas insiste que não faz sentido suspender o trabalho da comissão em curso sobre a Caixa Geral de Depósitos. Catarina Martins esteve esta manhã em Estremoz, onde comentou também o caso das transferências para offshores. A coordenadora do Bloco diz que é preciso ouvir os dois Secretários de Estado dos assuntos fiscais para perceber o que se passou.

  • Brasil já tirou o "pé do chão"
    1:59

    Mundo

    Já começaram os desfiles e festas de carnaval, no Rio de Janeiro.Esta sexta feira foi o início oficial das celebrações com centenas de milhar de pessoas nas ruas até de madrugada.

  • Luaty Beirão agredido em manifestação em Luanda
    1:27

    Mundo

    Luanda tem sido palco de várias manifestações contra a forma como está a decorrer o processo eleitoral em Angola. Esta sexta-feira, uma dessas manifestações acabou em confrontos com as autoridades. Entre os manifestantes estava o ativista Luaty Beirão.

  • Atores de Hollywood contra Trump
    1:44

    Mundo

    Centenas de pessoas juntaram-se em mais um protesto contra o presidente dos Estados Unidos. A manifestação, em Beverly Hills, juntou várias estrelas de Hollywood.