sicnot

Perfil

Atentado em Nice

Identificado autor do atentado em Nice

O motorista do camião que avançou na quinta-feira à noite sobre uma multidão em Nice (sudeste de França), matando pelo menos 84 pessoas antes de ser abatido pela polícia, foi "formalmente identificado", indicaram fontes dos serviços de segurança franceses.

© Eric Gaillard / Reuters

Segundo as fontes, o bilhete de identidade do motorista, encontrado no veículo pela polícia, dá conta de um cidadão franco-tunisino de 31 anos, residente em Nice.

"Estão várias operações atualmente em curso, nomeadamente em Nice", indicaram as fontes, incluindo na residência do autor, que tinha também em seu poder uma arma de calibre 7,65 milímetros que utilizou antes de ser abatido pela polícia.

Segundo as fontes, o autor do incidente tinha também em seu poder outras armas e uma granada de mão, todas de imitação.

No camião, alugado alguns dias antes na região de Nice, também foram encontrados um cartão de crédito e um telemóvel, que poderão ajudar nas investigações.

O atentado ocorreu na avenida marginal de Nice, a Promenade des Anglais, que, na altura, assistia a um fogo-de-artifício para celebrar o dia nacional de França, fazendo pelo menos 84 mortos.

As autoridades francesas consideram estar perante um atentado terrorista e o Presidente de França, François Hollande, anunciou o prolongamento por mais três meses do estado de emergência que vigora no país desde o ano passado.

A autoria do ataque ainda não foi reivindicada.

Lusa/

  • Salah Abdeslam deixa cadeira vazia na leitura da sua sentença
    2:05

    Mundo

    O único suspeito vivo dos ataques de Paris em 2015 foi esta segunda-feira condenado a 20 anos de prisão por um tribunal belga, num processo paralelo: um tiroteio em março de 2016, em Bruxelas. Tanto Salah Abdeslam como o cúmplice não quiseram estar na leitura da sentença. O julgamento de Salah Abdeslam pelos ataques de Paris só deverá acontecer no próximo ano, em França.

  • Beyoncé e a irmã caem no Coachella e o vídeo torna-se viral

    Cultura

    Beyoncé voltou este fim de semana a subir ao palco do Coachella, depois de ter atuado na primeira semana do festival que decorreu no deserto da Califórnia, nos EUA. A cantora norte-americana voltou a brilhar, mas foi o momento em que caiu no palco com a irmã, Solange, que acabou por se tornar viral.

    SIC

  • Cientistas querem sequenciar genomas de 15 milhões de espécies

    Mundo

    Um consórcio internacional de cientistas, que por enquanto não inclui portugueses, propõe-se sequenciar, catalogar e analisar os genomas (conjuntos de informação genética) de 15 milhões de espécies, uma tarefa que levará dez anos a fazer, foi divulgado esta segunda-feira.