sicnot

Perfil

Atentado em Nice

"Terrorismo nunca derrotará a democracia"

​O secretário-geral da NATO, Jens Stoltenberg, disse hoje que "o terrorismo nunca derrotará a democracia", manifestando ainda "forte solidariedade" com França, onde pelo menos 84 pessoas morreram depois de um camionista ter avançado sobre uma multidão em Nice.

© Francois Lenoir / Reuters

"Este ataque teve como alvo pessoas inocentes e os valores centrais que a NATO defende. Mas o terrorismo nunca derrotará a democracia, a liberdade e as nossas sociedades abertas", disse Stoltenberg.

O secretário-geral da Organização do Tratado do Atlântico Norte (NATO, na sigla inglesa) sublinhou ainda a "forte solidariedade" com o povo francês.

O atentado ocorreu na avenida marginal de Nice (Sudeste de França), a Promenade des Anglais, tendo o motorista de um camião avançado sobre uma multidão que, na altura, assistia a um fogo-de-artifício para celebrar o dia nacional de França, fazendo pelo menos 84 mortos.

As autoridades francesas consideram estar perante um atentado terrorista e o Presidente de França, François Hollande, anunciou o prolongamento por mais três meses do estado de emergência que vigora no país desde o ano passado e decretou três dias de luto nacional.

Os serviços de segurança franceses identificaram o motorista do camião como um cidadão franco-tunisino de 31 anos, residente na cidade.

A autoria do ataque ainda não foi reivindicada.

Com Lusa

  • Francês detido em Antuérpia "queria matar"

    Mundo

    O Presidente de França François Hollande afirmou que o francês detido esta quinta-feira por conduzir um automóvel a grande velocidade na principal rua pedonal de Antuérpia, na Bélgica, "queria matar" ou "provocar um acontecimento dramático".

  • Mais de 20 milhões estão a morrer à fome em África

    Mundo

    África enfrenta a maior crise desde 1945, com mais de 20 milhões de pessoas a morrer de fome em três países, Sudão do Sul, Somália e Nigéria, disse esta quinta-feira um responsável do Programa Alimentar Mundial das Nações Unidas.

  • Menina "rouba" chapéu ao Papa
    0:27

    Mundo

    Estella Westrick tem apenas três anos, mas já conseguiu chegar aos jornais de todo o mundo, depois de "roubar" o chapéu do Papa. Durante uma visita da família na quarta-feira ao Vaticano, a criança - que não parece estar muito contente no vídeo - foi pegada ao colo por um dos funcionários do Vaticano, que a levou depois até ao Papa para receber dois beijos. Nesta altura, Estella aproveitou para tirar o solidéu episcopal, arrancando gargalhadas de toda a gente, especialmente do Papa Francisco.

  • Jovem violada em direto no Facebook não se sente em segurança

    Mundo

    A jovem de 15 anos que foi abusada sexualmente por cinco ou seis homens durante um vídeo em direto para o Facebook está a receber tratamento. A mãe da jovem deu uma entrevista, na qual disse que a filha já não se sente em segurança na sua vizinhança, depois de receber ameaças na internet.

  • Letizia, uma rainha da nova geração
    2:01