sicnot

Perfil

Atentado em Nice

"Terrorismo nunca derrotará a democracia"

​O secretário-geral da NATO, Jens Stoltenberg, disse hoje que "o terrorismo nunca derrotará a democracia", manifestando ainda "forte solidariedade" com França, onde pelo menos 84 pessoas morreram depois de um camionista ter avançado sobre uma multidão em Nice.

© Francois Lenoir / Reuters

"Este ataque teve como alvo pessoas inocentes e os valores centrais que a NATO defende. Mas o terrorismo nunca derrotará a democracia, a liberdade e as nossas sociedades abertas", disse Stoltenberg.

O secretário-geral da Organização do Tratado do Atlântico Norte (NATO, na sigla inglesa) sublinhou ainda a "forte solidariedade" com o povo francês.

O atentado ocorreu na avenida marginal de Nice (Sudeste de França), a Promenade des Anglais, tendo o motorista de um camião avançado sobre uma multidão que, na altura, assistia a um fogo-de-artifício para celebrar o dia nacional de França, fazendo pelo menos 84 mortos.

As autoridades francesas consideram estar perante um atentado terrorista e o Presidente de França, François Hollande, anunciou o prolongamento por mais três meses do estado de emergência que vigora no país desde o ano passado e decretou três dias de luto nacional.

Os serviços de segurança franceses identificaram o motorista do camião como um cidadão franco-tunisino de 31 anos, residente na cidade.

A autoria do ataque ainda não foi reivindicada.

Com Lusa

  • 105 detidos pela PSP e GNR nas últimas 24 horas

    País

    Só a GNR deteve 64 pessoas em flagrante delito, entre a noite de sexta-feira e o início da manhã deste sábado, a maioria das quais (47) por condução sob o efeito do álcool. A PSP de Lisboa efetuou 41 detenções em 24 horas, dez por tráfico de droga.

  • Videoamador mostra grupo a atar tocha a um touro
    1:33
  • PJ investiga forma como o FC Porto obteve os e-mails
    1:58

    Desporto

    Enquanto o campeonato português de futebol está de férias do relvado, nos bastidores continua uma guerra aberta por causa dos e-mails. O FC Porto entregou à Polícia Judiciária toda a documentação disponível do chamado caso dos e-mails, que envolve o Benfica num alegado esquema de corrupção. O pedido foi feito pela Unidade Nacional de Combate à Corrupção da PJ. A forma como o FC Porto obteve os e-mails também está a ser investigada pela Polícia Judiciária.

  • Manifestantes bloquearam Caracas

    Mundo

    Milhares de pessoas bloquearam esta sexta-feira as ruas de Caracas e de outras cidades, em protesto contra a repressão e o assassinato de manifestantes pelas forças de segurança.