sicnot

Perfil

Atentado em Nice

Marine Le Pen pede demissão do ministro do Interior francês

A líder do partido de extrema-direita francês Frente Nacional, Marine Le Pen, pediu hoje a demissão do ministro do Interior, Bernard Cazeneuve, na sequência do atentado terrorista de Nice, que vitimou 84 pessoas.

© Heinz-Peter Bader / Reuters

"Em qualquer outro país no mundo, um ministro com um balanço de mortalidade tão horrendo como o de Bernard Cazeneuve -- 250 mortos em 18 meses -- ter-se-ia demitido", disse Marine Le Pen, em conferência de imprensa na sede do seu partido, citada pela AFP.

Na quinta-feira à noite, um camião avançou durante dois quilómetros sobre uma multidão na Promenade des Anglais (Passeio dos Ingleses), em Nice, que estava a assistir ao fogo-de-artifício para celebrar o dia de França.

O último balanço das autoridades francesas aponta para 84 mortos e 202 feridos. Pelo menos um cidadão português ficou ferido no ataque, confirmou o Governo.

O condutor do camião foi abatido pela polícia.

As autoridades francesas consideraram estar-se perante um atentado e o Presidente da França, François Hollande, anunciou o prolongamento por mais três meses do estado de emergência que vigora no país desde o ano passado.

O Daesh reclamou hoje a autoria do atentado.

Com Lusa

  • Negligência é a principal causa dos incêndios
    1:32

    País

    A Polícia Judiciária deteve mais dois suspeitos de fogo posto este fim de semana. Ao todo já foram detidas pelo menos 99 pessoas pelas autoridades desde o início do ano, a maioria suspeitas de agirem intencionalmente. Mas desde 1 de janeiro até meados deste mês, dos 8 mil incêndios investigados pela GNR, mais de 3.300 tiveram causa negligente. 

  • Concentração de motos em Góis
    2:28

    País

    Durante este fim de semana, decorre uma das concentrações de motards mais concorridas do país. A organização esperava cerca de 20 mil visitantes em Góis.