sicnot

Perfil

Atentado em Nice

Polícia faz duas novas detenções por suspeita de ligação ao homicida de Nice

A polícia francesa efetuou hoje mais duas detenções, um homem e uma mulher, com aparentes ligações ao condutor do camião que avançou sobre uma multidão há três dias e que causou 84 mortos e cerca de 300 feridos, indicou fonte judicial.

© Eric Gaillard / Reuters

Cinco outras pessoas estão já detidas, entre elas a ex-mulher de Mohamed Lahouaiej-Bouhlel, um tunisino que aparentemente não tinha quaisquer ligações ao terrorismo, mas que a polícia admite ter-se radicalizado "muito depressa". O Daesh já reclamou a autoria do atentado.

Na quinta-feira à noite, um camião avançou durante dois quilómetros sobre uma multidão na Promenade des Anglais (Passeio dos Ingleses), em Nice, que estava a assistir ao fogo-de-artifício para celebrar o dia de França.

O último balanço das autoridades francesas aponta para 84 mortos e cerca de 300 feridos. Pelo menos um cidadão português ficou ferido no ataque, confirmou o Governo.

O condutor do camião foi abatido pela polícia.

As autoridades francesas consideraram estar-se perante um atentado e o Presidente da França, François Hollande, anunciou o prolongamento por mais três meses do estado de emergência que vigora no país desde o ano passado.

Com Lusa

  • Caixa multibanco assaltada em Portugal a cada dois dias
    2:43

    País

    O semanário Expresso conta que a mulher que morreu vítima de um disparo de agentes da PSP foi atingida pelas costas. O caso está a ser investigado pela PJ, que procura encaixar as peças da noite que acabou com uma morte inocente mas que começou com uma perseguição a um grupo de assaltantes de um multibanco. Assaltos que são cada vez mais comuns e que preocupam o Governo. A cada dois dias, uma caixa é assaltada.