Autárquicas 2017

Rui Moreira apresenta recandidatura ao Porto em 01 de julho

O atual presidente da Câmara do Porto, o independente Rui Moreira, apresenta a sua recandidatura à autarquia no dia 01 de julho, data em que arrancarão as ações de campanha. "A exatamente três meses das eleições, Rui Moreira apresenta no próximo sábado, dia 01 de julho, a candidatura do seu movimento independente aos órgãos autárquicos do Porto", indica o comunicado da candidatura.

A apresentação, acrescenta o documento, "marcará o arranque das ações de campanha que visam a eleição de Rui Moreira como presidente da câmara e de um conjunto de cidadãos interessados em dar ao Porto uma equipa que lhe permita continuar o extraordinário desenvolvimento cultural, económico, urbanístico e social que a cidade conheceu nos últimos quatro anos, mas também em dar os passos seguintes de uma cidade que se afirma internacionalmente".

Nas últimas eleições, a candidatura de Rui Moreira, sob o lema "O Nosso Partido é o Porto" foi o "primeiro movimento independente a ganhar uma eleição em grandes cidades europeias, tendo sido considerada uma das surpresas das eleições autárquicas, depois de ter obtido quase o dobro dos votos dos dois principais partidos juntos", salienta.

O resultado então obtido (39,25%) permitiu à candidatura eleger seis vereadores, ficando a um mandato de obter a maioria absoluta, vencendo também as eleições para a Assembleia Municipal e em cinco das sete juntas de freguesia.

O empresário Rui Moreira, de 60 anos, foi o primeiro independente eleito presidente da Câmara do Porto e recandidata-se a um segundo mandato, com o apoio formal do CDS, que prescindiu de candidato próprio.

Eleito com 39,25% dos votos em 2013, o independente assegurou a governabilidade da cidade com um acordo pós-eleitoral com o PS. Para as autárquicas deste ano, o PS decidiu em maio avançar com um candidato próprio, Manuel Pizarro, após o movimento independente de Rui Moreira - Porto, O Nosso Partido ter anunciado que prescindia do apoio dos socialistas à recandidatura do autarca.

Rui Moreira nasceu no Porto em 08 de agosto de 1956, frequentou o Colégio Alemão do Porto e o Liceu Nacional Garcia de Orta.Licenciou-se em gestão de empresas em 1978, pela Universidade de Greenwich (Londres, Inglaterra), tendo obtido, nesse ano, o prémio de melhor aluno do curso. Foi presidente da Associação Comercial do Porto entre 2001 e 2013 e presidente da Porto Vivo -- Sociedade de Reabilitação Urbana (SRU) entre maio de 2011 e dezembro de 2012.

Na corrida à câmara do Porto, para as eleições de 01 de outubro, somam-se como candidatos o independente Álvaro Almeida, apoiado pelo PSD e pelo PPM, João Teixeira Lopes, pelo BE, e Ilda Figueiredo pela CDU.

Lusa

  • "O Mal Entendido: as doenças a que chamamos cancro" - capítulo 4: Os maratonistas
    33:52
  • O verdadeiro alarme e ameaça à segurança interna está no roubo das pistolas
    0:50

    Assalto em Tancos

    O general Leonel de Carvalho associa o roubo em Tancos ao desaparecimento de 57 armas da PSP de Lisboa, em fevereiro do ano passado. O antigo secretário geral do Gabinete coordenador de Segurança considera ainda que o verdadeiro alarme e ameaça à segurança interna está no roubo dessas pistolas e não no alegado desaparecimento de algumas granadas e outro material explosivo de pouca capacidade.

  • "Aquilo parecia um filme de terror"
    1:40

    Crise no Sporting

    Jorge Jesus abordou os incidentes de Alcochete pela primeira vez. Em entrevista à Bola TV, o treinador português, agora no Al Hilal da Arábia Saudita, falou do medo que viveu naqueles momentos. Jorge Jesus disse também que não fecha a porta a nenhum clube em Portugal.

  • Benfica promete queixa-crime contra quem divulgou contratos de Castillo e Ferreyra
    1:26

    Desporto

    Um blog divulgou na internet os valores dos contratos de dois dos reforços do Benfica, Castillo e Ferreyra. O clube da Luz promete agir judicialmente contra quem divulgou estas informações. A SIC sabe que devido à gravidade dos factos a Liga de Clubes está a considerar suspender os funcionários da instituição até que este caso seja esclarecido.

  • Santana diz que a concorrência é livre
    0:52
  • Donald Trump envolvido em mais uma polémica
    1:49
  • 20 quilómetros até ao trabalho valeu um carro

    Mundo

    Quando o carro de Walter Carr deixou de funcionar um dia antes do primeiro dia de trabalho numa empresa de mudanças, ele não desistiu nem ligou a dizer que ia faltar. Saiu de casa à meia-noite e fez mais de 20 quilómetros a pé para chegar a horas. No final recebeu uma recompensa.

    SIC