sicnot

Perfil

Autárquicas 2017

Ministério Público investiga polémica com casa de Fernando Medina

Negócio com casa de Fernando Medina sob investigação

O Ministério Público está a investigar a compra de uma casa pelo presidente da câmara de Lisboa Fernando Medina. A investigação foi aberta em agosto, depois de uma denúncia anónima, confirmou a Procuradoria-Geral da República numa nota enviada à SIC.

O presidente da Câmara de Lisboa, Fernando Medina, não terá declarado a compra de um apartamento no valor de 645 mil euros ao Tribunal Constitucional.

Segundo o jornal Observador, o autarca declarou o pagamento de um sinal de 220 mil euros, mas não atualizou a declaração de rendimentos quando efectivou a compra do imóvel.

Em resposta, Medina garantiu ontem que foi "escrupuloso no cumprimento das obrigações" legais, advogando que tem uma vida "totalmente transparente", uma vez que "está tudo nas declarações entregues" ao Tribunal Constitucional.

"Está declarada a aquisição da casa, a forma como ela é financiada, a forma aliás de entrada do valor da casa. Está lá muito mais do que a lei obriga", reforçou o autarca, assumindo "um compromisso de transparência". De acordo com o candidato socialista, até ao momento não lhe foi solicitada qualquer retificação à declaração de rendimentos entregue em agosto ao Tribunal Constitucional.

  • Medina garante que tem vida "totalmente transparente"

    Autárquicas 2017

    O candidato socialista à presidência da Câmara de Lisboa e atual presidente do município, Fernando Medina, garantiu hoje que cumpriu "escrupulosamente" as obrigações legais relativamente à entrega da declaração de rendimentos ao Tribunal Constitucional, afirmando que foi "totalmente transparente".

  • Medina não declarou compra de apartamento de 645 mil euros
    2:13

    País

    O presidente da Câmara Municipal de Lisboa não declarou a compra de um apartamento no valor de 645 mil euros ao Tribunal Constitucional. Segundo o Observador, Fernando Medina declarou o pagamento de um sinal de 220 mil euros, mas não atualizou a declaração de rendimentos quando efetivou a compra do imóvel.

  • Racionamento da água é medida de último recurso
    2:35
  • Juiz deixa suspeito de violação em liberdade
    2:42