sicnot

Perfil

Avião desaparecido no Mediterrâneo

Avião desaparecido no Mediterrâneo

Avião desaparecido no Mediterrâneo

Encontrados destroços do avião da Egyptair

Foram encontrados alguns destroços do voo MS804, que se despenhou no Mediterrâneo esta madrugada, anunciou a companhia áerea Egyptair.

ETIENNE LAURENT

Última atualização às 18:26

Na rede social Twitter e no seu site oficial, a EgyptAir adianta que o Ministério dos Negócios Estrangeiros egípcio "confirma a descoberta de destroços do avião MS804 perto da ilha de Karpathos (Grécia)".

Além dos destroços, foram também localizados a flutuar coletes salva-vidas e utensílios de plástico.

A companhia aérea acrescenta que os familiares dos passageiros e da tripulação já foram informados e que as autoridades egípcias e gregas "continuam à procura de outros destroços do avião desaparecido".

O aparelho, um Airbus A320 , fazia a ligação entre Paris e o Cairo. A bordo seguiam 66 pessoas, entre elas um cidadão português.

O avião desapareceu dos radares no momento em que se preparava para entrar no espaço aéreo egípcio. Não emitiu qualquer pedido de socorro.

O ministro da Aviação Civil do Egito diz que a hipótese de atentado é mais provável do que a possibilidade de ter havido uma falha técnica.

Responsáveis egípcios indicam que o aparelho fez duas viragens acentuadas e perdeu altitude antes da queda.

  • "Cada drama, cada problema, cada testemunho, impressiona muito"
    1:55
  • Clínica veterinária em Tondela recebeu dezenas de animais feridos nos fogos
    2:57
  • Temperaturas sobem até ao final do mês
    1:09

    País

    O tempo não dá tréguas e, até ao final do mês, as temperaturas vão atingir valores acima do normal para esta época do ano. As temperaturas máximas vão subir entre os 25 e os 32 graus. O risco de incêndio aumenta a partir desta segunda-feira em todo o país e os meios aéreos, viaturas, operacionais e equipas de patrulha vão ser reforçados.

  • Maioria das praias do Algarve já não tem nadador-salvador
    2:19

    País

    A lei não obrigada os concessionários a garantir o serviço e, por isso, a esmagadora maioria das praias do Algarve está sem vigilância desde 30 de setembro. Ainda assim, os areais vão atraindo milhares de banhistas com as temperaturas altas que ainda se fazem sentir. Um nadador-salvador recomenda os banhistas a não nadar e, em dias de ondulação, evitar caminhadas à beira-mar.

  • Parlamento catalão vai responder à ativação do artigo 155
    1:54
  • A história por detrás da fotografia que correu (e impressionou) o Mundo

    Mundo

    Depois dos incêndios da semana passada na Galiza, começou a circular na internet e nas redes sociais a imagem de uma cadela que alegadamente levava a sua cria carbonizada na boca. Contudo, a cadela é na verdade macho e chama-se Jacki. Esta é a história do cão que passou os dias após os fogos a recolher animais mortos para os enterrar num campo perto de uma igreja, em Coruxo, Vigo.

    SIC

  • Quando o cão de Macron fez chichi no gabinete do Presidente francês
    0:31