sicnot

Perfil

Avião desaparecido no Mediterrâneo

Avião desaparecido no Mediterrâneo

Avião desaparecido no Mediterrâneo

Governo confirma português a bordo do aparelho da EgyptAir

A secretaria de Estado das Comunidades confirmou a existência de um português a bordo do avião da EgyptAir, que voava de Paris para o Cairo e que se terá despenhado no Mediterrâneo.

© Christian Hartmann / Reuters

"Ainda não sabemos mais pormenores. Só temos a confirmação de que há um passageiro de nacionalidade portuguesa", revelou à Lusa a secretaria de Estado das Comunidades.

O avião da EgyptAir, com 66 pessoas a bordo, desapareceu dos radares hoje de madrugada, enquanto efetuava um voo entre Paris e o Cairo, informou a transportadora.

A maioria dos passageiros e tripulação eram egípcios (30) e franceses (15).

No avião, que voava de Paris para o Cairo, viajavam também dois iraquianos, um britânico, um belga, um kuwaitiano, um saudita, um sudanês, um chadiano, um argelino e um canadiano.

Uma fonte aeroportuária grega disse entretanto que o aparelho despenhou-se ao largo da ilha grega de Karpathos, no Mediterrâneo.

Num comunicado divulgado através das redes sociais, a EgyptAir informou que o voo 804, do avião Boeing 737-800, partiu do aeroporto Charles de Gaulle, em Paris, na quarta-feira à noite, e devia chegar ao aeroporto internacional do Cairo na madrugada de hoje.

O avião desapareceu dos radares depois de entrar dentro do espaço aéreo egípcio, segundo a companhia aérea.

Neste momento decorrem operações de busca no Mediterrâneo, envolvendo as Forças Armadas egípcias e meios da Grécia.

  • Polícia belga deteve homem que conduzia entre a multidão em Antuérpia

    Mundo

    Foi hoje detido um homem que conduzia a alta velocidade no meio da multidão numa zona comercial de Antuérpia, na Bélgica. O suspeito já foi identificado, é francês e tinha várias armas no carro. As autoridades francesas suspeitam que o homem estava bêbedo e a tentar escapar à polícia, mas as autoridades belgas ainda não confirmaram esta versão.

    Em desenvolvimento

  • Neve corta estradas em Viseu
    2:04
  • Suspeito de homicídio à porta do Luanda foi ouvido em tribunal e ficou em preventiva
    1:36

    País

    O suspeito de ser o autor dos disparos que mataram um jovem junto à discoteca Luanda foi ouvido em tribunal e ficou em prisão preventiva. Segundo a investigação, tudo terá começado com um mero desacato, ainda dentro da discoteca, onde a vítima e o detido foram filmados a discutir. O homem de 23 anos está indiciado por dois crimes de homicídio, um na forma tentada.

  • As vantagens de comprar online
    8:03