sicnot

Perfil

Avião desaparecido no Mediterrâneo

Português que seguia no avião da EgyptAir era quadro da Mota Engil há 32 anos

Português que seguia no avião da EgyptAir era quadro da Mota Engil há 32 anos

O português vítima do desastre com avião da EgyptAir seguiria para uma viagem de trabalho. Era quadro há 32 anos na Mota Engil, responsável pelos mercados africanos. De acordo com o secretário de Estado das Comunidades, José Luís Carneiro, a construtora já se disponibilizou para custear todas as despesas de trasladação.

  • Parte de um corpo, assentos de avião e malas encontrados no mar

    Avião desaparecido no Mediterrâneo

    O ministério da Defesa grego anunciou que as autoridades egípcias detetaram no mar uma parte de um corpo, dois assentos e malas, informação entretanto confirmada pelo Governo egípcio. O exército egípcio tinha já dito que tinha encontrado destroços do Airbus da Egyptair, desaparecido desde ontem no Mediterrâneo. Investigadores britânicos e franceses e um perito da Airbus chegaram entretanto ao Cairo.

  • Autoridades portuguesas estão a acompanhar desenvolvimentos da queda do avião da EgyptAir
    16:41

    Avião desaparecido no Mediterrâneo

    Depois da confirmação de que um português seguia a bordo do avião da EgyptAir, o secretário de Estado das Comunidades, José Luís Carneiro esteve na Edição da Noite da SIC Notícias para falar sobre as informações que o Governo conseguiu reunir sobre a queda do airbus A-320. O secretário de Estado garantiu que as autoridades portugueses em França e no Egito estão a acompanhar os últimos desenvolvimentos e as famílias das vítimas. José Luís Carneiro falou ainda da crise económica e social que a Venezuela atravessa.

  • A fuga dos PIDES
    20:08
  • Dominado incêncio no centro de tratamento de resíduos da Tratolixo
    1:55

    País

    O fogo na Tratolixo, em Trajouce, deflagrou esta segunda-feira à noite. As chamas foram controladas a meio da manhã pelos bombeiros. No local estão 133 operacionais, apoiados por 51 veículos. O fogo não fez vítimas nem danos materiais. O vento dificultou o combate às chamas.

  • Duas execuções no mesmo dia pela primeira vez em 17 anos nos EUA

    Mundo

    O estado norte-americano do Arkansas (sul) executou, na noite de segunda-feira, dois condenados à morte, o que sucede pela primeira vez em 17 anos no país, anunciou a procuradora-geral daquele estado. Jack Jones e Marcel Williams, condenados separadamente na década de 1990 à pena capital por violação e assassínio, receberam uma injeção letal depois de diferentes tribunais terem rejeitado os respetivos recursos, afirmou Leslie Rutledge, em comunicado.