sicnot

Perfil

Avião desaparecido no Mediterrâneo

Avião desaparecido no Mediterrâneo

Avião desaparecido no Mediterrâneo

Investigadores dizem que "é muito cedo" para tirar conclusões sobre queda do avião

A comissão responsável pela investigação do acidente do avião da Egyptair disse hoje que ainda é "muito cedo" para tirar conclusões baseadas em mensagens automáticas que indicavam a existência de fumo na cabine.

© Yannis Behrakis / Reuters

"Estamos a investigar todas informações recolhidas, mas é muito cedo para tirar qualquer conclusão quando apenas há uma fonte de informação baseadas em mensagens do sistema ACARS", refere a comissão, em comunicado.

Os sinais emitidos pelo sistema sobre a presença de fumo podem ser devido a "outras causas", adianta a comissão, insistindo que é necessário mais tempo para analisar esses dados no contexto da investigação global.

A comissão refere também que as investigações começaram imediatamente depois do avião cair no Mar Mediterrâneo na quinta-feira.

O comunicado da comissão responsável pela investigação surge após os investigadores da aviação civil francesa, do Bureau d'Enquêtes et d'Analyses (BEA), terem confirmado que houve mensagens Acars (Aircraft Communication Addressing and Reporting System) emitidas pelo avião que indicavam que houve fumo na cabine, pouco antes de se despenhar.

O aparelho, um airbus 320, descolou de Paris rumo ao Cairo na noite de quarta-feira, e desapareceu ao início da madrugada de quinta-feira ao entrar no espaço aéreo egípcio.

A bordo seguiam 66 passageiros, incluindo 30 egípcios, 15 franceses e um português.

Os primeiros destroços do aparelho foram descobertos a 290 quilómetros a norte de Alexandria por aviões e navios destacados para as buscas pelo Exército egípcio.

No dia do acidente, o ministro egípcio da aviação civil admitiu que um "ataque terrorista" pode ser a explicação "mais provável" para a queda do avião da EgyptAir.

Lusa

  • Cinco mil trabalhadores da PT manifestaram-se em Lisboa
    3:55

    Economia

    Perto de cinco mil trabalhadores da PT manifestaram-se esta sexta-feira, em Lisboa. Os números são avançados pelos sindicatos. Os trabalhadores contestam a transferência de funcionários para empresas parceiras da Altice e outras empresas do grupo, sem as mesmas garantias e direitos. A Altice garante que as transferências são legais mas alguns funcionários já levaram o caso a tribunal.

  • Uma viagem aérea pela Lagoa Negra
    1:02
  • Videovigilância regista impacto de sismo na Grécia

    Mundo

    Um sismo de magnitude 6.7 atingiu na quinta-feira o mar Egeu e causou pelo menos dois mortos e mais de 200 feridos. O momento e o impacto causado pelo abalo foram registados através de uma câmara de videovigilância de um café, na ilha grega de Kos, um dos locais mais afetados.

  • Músico indiano toca guitarra durante cirurgia ao cérebro

    Mundo

    Abhishek Prasad foi submetido a uma cirurgia ao cérebro esta quinta-feira, num hospital na cidade indiana de Bangalore, após anos e anos a sofrer de dolorosos espasmos nas mãos. O insólito do caso foi que o músico indiano teve de tocar guitarra para ajudar os médicos durante a intervenção cirúrgica.