sicnot

Perfil

Avião desaparecido no Mediterrâneo

Avião desaparecido no Mediterrâneo

Avião desaparecido no Mediterrâneo

Sinal detetado é da caixa negra do voo da EgyptAir

Uma equipa de investigadores confirmou hoje que o sinal detetado pela marinha francesa no Mediterrâneo é proveniente de uma das duas caixas negras do voo Paris-Cairo da EgyptAir que se despenhou a 19 de maio.

© Mohamed Abd El Ghany / Reuter

"O sinal de um registo de voo pôde ser detetado pelos equipamentos da sociedade Alseamar que se encontram a bordo no navio da marinha nacional Laplace", confirmou em comunicado Rémi Jouty, diretor do Gabinete de investigações e análises da Aviação civil francesa.

Previamente, as autoridades egípcias tinham referido que um navio da marinha francesa tinha captado "sinais provavelmente provenientes" de uma das duas caixas negras do voo Paris-Cairo da EgyptAir que se despenhou com 66 pessoas a bordo.

O ministério da Aviação civil precisou em comunicado que será necessário aguardar uma semana antes da chegada de um outro navio com equipamento específico para trazer à superfície os dois registos de voo.

Apenas as análises dos registos de voo, as caixas negras, poderão desvendar as causas do acidente, que ainda permanecem desconhecidas.

"O equipamento de busca do Laplace, um navio da marinha francesa, captaram sinais provavelmente provenientes de uma das duas caixas negras do avião", especificou o ministério egípcio.

O Laplace, que alcançou na terça-feira a zona de buscas, está equipado com três aparelhos submergíveis da sociedade francesa Alseamar, com capacidade para detetar 'pings' (eco sonar) das caixas negras até 5.000 metros de profundidade.

O navio da sociedade Deep Ocean Search (DOS), equipado com um robot que permite recuperar os registadores de voo a 3.000 metros, deve alcançar em 10 de junho a zona onde o avião provavelmente se despenhou.

A hipótese de atentado, inicialmente avançada pelas autoridades egípcias, está a ser agora preterida por um eventual problema técnico: os alertas automáticos foram emitidos pelo aparelho dois minutos antes da sua queda, assinalando fumo no cockpit e uma falha no computador que gere os comandos.

O voo MS804 despenhou-se entre Creta e a costa norte do Egito após ter subitamente desaparecido dos ecrãs radar.


Lusa

  • Salgado impedido de sair do país e de contactar outros arguidos
    1:21

    Operação Marquês

    O ex-presidente do BES, Ricardo Salgado, ficou esta quarta-feira impedido de se ausentar para o estrangeiro sem autorização prévia e proibido de contactar com os arguidos da Operação Marquês, determinou o Tribunal Central de Instrução Criminal. O jornalista da SIC Luís Garriapa esteve no TCIC, onde deu a conhecer as medidas de coação, depois de uma "longa maratona de nove horas".

  • Temperatura global de 2016 foi a mais alta desde 1880

    Mundo

    A temperatura média na superfície terrestre e oceânica em 2016 foi a mais alta desde 1880, no terceiro ano consecutivo de recordes do aquecimento global, anunciou esta quarta-feira a agência dos Estados Unidos para a atmosfera e os oceanos.

  • CIA desvenda segredos de quase 50 anos de História

    Mundo

    A CIA publicou online quase 12 milhões de documentos confidenciais. Basta uma ligação à Internet para navegar por entre 50 anos de relatórios outrora secretos. Entre os milhões de páginas, estão documentos sobre um eventual assassínio de Fidel Castro, detalhes sobre os crimes de guerra nazis, relatórios sobre avistamentos de OVNI e um estudo sobre telepatia denominado "Projeto Star Gate".

  • Cadela sobrevive após engolir faca de cozinha

    Mundo

    Na Escócia, uma história de sobrevivência, no mínimo, bicuda. Uma cadela engoliu uma faca de cozinha com mais de 20 centímetros, manteve-a dentro de si durante algumas semanas mas sobreviveu, depois de ser operada de urgência..