sicnot

Perfil

Banif

Banif

Banif

PS vai exigir inquérito parlamentar ao Banif

O líder parlamentar do PS, Carlos César, anunciou hoje que o partido vai exigir um inquérito parlamentar em torno do Banif, entidade, diz o socialista, "negligenciada" pelo executivo PSD/CDS-PP e cuja venda foi anunciada no domingo pelo primeiro-ministro.

MIGUEL A. LOPES


"O grupo parlamentar do PS na Assembleia da República tem consciência de que, aqui chegados, não há outra solução do que a anunciada pelo primeiro-ministro. Mas o que aconteceu não pode ficar por aqui: vamos exigir um inquérito parlamentar a todo este processo", vinca Carlos César em texto publicado na sua página na rede social Facebook.

A ideia de uma comissão parlamentar é também avançada pelo líder parlamentar do Bloco de Esquerda (BE), Pedro Filipe Soares, mas na sua conta no Twitter: "Obviamente, este vergonhoso processo do Banif não pode passar sem uma comissão parlamentar de inquérito", escreve o bloquista.

António Costa admitiu no domingo que a venda do Banif ao Santander, por 150 milhões de euros, tem um "custo muito elevado", mas é a solução que "melhor defende o interesse nacional".

"Esta venda tem um custo muito elevado para os contribuintes, mas é, no atual contexto, a melhor solução que defende o interesse nacional", afirmou António Costa numa declaração ao país, no Palácio de São Bento, em Lisboa.

A declaração de António Costa aconteceu minutos depois do anúncio, em comunicado, da venda do Banif ao Santander, pelo Banco de Portugal.

No seu texto no Facebook, Carlos César diz que PSD e CDS-PP adiaram no executivo "com toda a irresponsabilidade e negligência" a resolução do problema do Banif, e o Banco de Portugal "não está inocente" em todo o processo.

"Os problemas adensaram-se até à sua quase insolubilidade. Agora, no pior dos momentos, a solução que resta para salvar o banco - que é como quem diz, salvar a sua função económica junto das empresas e das famílias, de modo especial nas regiões autónomas, a maioria dos seus postos de trabalho e as economias dos seus depositantes e obrigacionistas - é fortemente lesiva do erário público e dos contribuintes", assinala o líder da bancada socialista na Assembleia da República.

E prossegue: "Sabe-se que a Ministra das Finanças foi repetidamente prevenida, desde há mais de um ano, inclusive pelas autoridades europeias, para a degradação da situação e para a urgência de uma intervenção. Empurrou sempre o assunto para a frente para evitar enfrentá-lo antes de eleições".

Carlos César reconhece que terá agora de ser aprovado um "orçamento retificativo para acomodar mais esta despesa que teria sido evitável na sua dimensão" se Maria Luís Albuquerque "tivesse agido com competência e sentido de responsabilidade".

O inquérito parlamentar em torno de entidades bancárias não é uma novidade: depois de duas em torno da nacionalização do BPN, os tempos mais recentes viram ser implementada uma comissão em torno do colapso do BES.

  • "A Minha Outra Pátria": o drama da Venezuela no Jornal da Noite
    2:12

    Reportagem Especial

    Quase cinco mil emigrantes regressaram à Madeira nos últimos meses por causa da crise económica, social e política na Venezuela. Os pedidos de ajuda ao Governo Regional dispararam. Muitos luso-venezuelanos voltaram às origens com pouco mais do que a roupa do corpo. "A Minha Outra Pátria", Reportagem Especial de hoje.

  • Milhares de clientes da CGD vão pagar quase 5€/ mês por comissões de conta
    1:24
  • Como fugir às comissões bancárias
    7:24

    Contas Poupança

    Há muitos casos em que ter uma conta no banco está a dar prejuízo. Os juros são tão baixos e as comissões de manutenção de conta são tão altas que há portugueses que todos os meses perdem dinheiro apenas porque têm dinheiro no banco. O Contas Poupança foi à procura de alternativas.

  • Governo reconhece seca severa no continente desde 30 de junho

    País

    O Governo reconheceu, hoje, a existência de uma situação de seca severa no território continental, desde 30 de junho, que consubstancia um fenómeno climático adverso, com repercussões negativas na atividade agrícola, em despacho publicado hoje em Diário da República.

  • Produtores de maçã de Armamar dizem não ter recebido resposta do Ministério
    2:14

    País

    Os produtores de maçã de Armamar estão preocupados. Parte da produção foi destruída pelo mau tempo. Contudo, duas semanas depois, ainda não há resposta do Ministério da Agricultura aos pedidos de ajuda. Mais de 60 produtores com 800 hectares foram afetados e as árvores atingidas pelo granizo podem não conseguir produzir no próximo ano.

  • Bebé Charlie Grad já não vai receber tratamento nos EUA

    Mundo

    A mãe de Charlie Grad disse esta segunda-feira que o bebé poderia ter vivido uma vida normal, caso tivesse começado a receber tratamento cedo. Já o pai admitiu que o filho não iria viver até ao primeiro aniversário. O bebé foi diagnosticado com uma doença rara e um hospital em Inglaterra pediu permissão para desligar a ventilação artificial e fornecer-lhe cuidados paliativos. O Tribunal Europeu dos Direitos Humanos aceitou e, até hoje, os pais travaram uma batalha na Justiça para suspender a decisão na esperança de irem tratar o filho nos Estados Unidos da América.

  • Número de mortos em atentado em Cabul sobe para 31

    Mundo

    O número de mortos no atentado com um carro armadilhado atribuído aos talibãs, esta segunda-feira de manhã em Cabul, subiu para 31, aos quais se somam cerca de 40 feridos, de acordo com um novo balanço das autoridades.

  • Pelo menos cinco feridos em ataque na cidade suíça de Schaffhausen

    Mundo

    Pelo menos cinco pessoas ficaram hoje feridas na sequência de um ataque, na cidade suíça de Schaffhausen. De acordo com as autoridades, as vítimas foram atacadas por um homem armado com uma motosserra, que está a ser procurado pela polícia. As autoridades descartaram a hipótese de "ato terrorista".

  • Oposição pressiona Maduro com anúncio de manifestações e greve geral
    1:34