sicnot

Perfil

Banif

Banif

Banif

Lesados do Banif apelam à mobilização e agendam nova manifestação no Funchal

O presidente da Associação de Lesados (ALBOA) do Banif apelou hoje, no Funchal, à mobilização de todos os que foram prejudicados com a venda do banco ao Santander e anunciou a realização de uma manifestação na sexta-feira.

Tiago Petinga/ Lusa (Arquivo)

"A associação vai representar três frentes de lesados: os que subscreveram ações Banif, os que subscreveram obrigações subordinadas e os que subscrevem obrigações rentipar", disse Jaime Alves à agência Lusa, no final da reunião de apresentação da ALBOA, em que participaram cerca de 70 ex-clientes do banco.

O responsável informou que a associação vai recorrer a uma sociedade de advogados para defender a causa dos lesados e vincou que a voz destes far-se-á ouvir em manifestações de rua, estando já agendado um protesto para sexta-feira junto à sede do Santander Totta, no Funchal.

A 15 de fevereiro, cerca de duas centenas de lesados manifestaram-se pela primeira vez no Funchal.

Dois meses antes, a 20 de dezembro de 2015, o Governo e o Banco de Portugal decidiram a venda da atividade do Banif e da maior parte dos seus ativos e passivos ao Banco Santander Totta por 150 milhões de euros.

"Nós, lesados do Banif, não estamos a mendigar rigorosamente nada. Estamos aqui para lutar pelos nossos direitos e reivindicar aquilo que já era nosso e que nos foi subtraído, para não recorrer a um termo menos elegante", disse Jaime Alves.

O presidente da ALBOA explicou que, sem incluir os acionistas, em causa estão cerca de 260 milhões de euros de obrigacionistas subordinados e 60 milhões de euros de obrigacionistas rentipar, envolvendo 5.000 ex-clientes, sobretudo na Madeira e Açores, mas também no continente e na diáspora.

Jaime Alves criticou ainda a postura do Estado, na medida em que, depois de ter intervencionado o banco, permitiu que os gestores de conta contactassem os clientes, fazendo-os subscrever aplicações que os prejudicaram.

"Isto aconteceu a 90% das pessoas que subscreveram esses produtos (ações, obrigações subordinadas e obrigações rentipar)", afirmou, concluindo: "não podemos estar agradados com a postura do Estado, a menos que o Estado venha reconhecer e dar-nos razão e ressarcir-nos daquilo que perdemos e que nos pertencia".

Lusa

  • Santander confirma que comprou dívida portuguesa para diminuir o esforço de financiamento do Estado

    Economia

    O Santander confirma que financiou o Estado em quase mil e 800 milhões de euros no âmbito da resolução do Banif e da compra de parte da atividade bancária do banco. A notícia tinha sido revelada hoje pelo Jornal de Negócios, no entanto o Santander nega que este empréstimo tenha acontecido no auge da subida dos juros da dívida pública, no início de fevereiro, como o jornal avançou.

  • Quem é Daniel Caires?
    2:55

    Banif

    O caso Banif trouxe para primeiro plano Daniel Caires, um jovem que usou as redes sociais para juntar dezenas de lesados do banco. Daniel falou com clientes das ilhas e do continente e esteve na base da formação de uma associação que os representa. Mas este madeirense de 30 anos foi também notícia durante o último campeonato do mundo de futebol, por causa da venda ilegal de bilhetes. E essa memória não o ajuda.

  • PS não exclui nacionalização do Novo Banco
    1:14

    Queda do BES

    O PS não exclui a hipótese de vir a nacionalizar o Novo Banco, tal como defende o PCP. O deputado socialista João Galamba diz que, ao contrário do que aconteceu no Banif, o Governo tem agora mais tempo para decidir o que fazer ao banco que nasceu do colapso do BES. Galamba lembra que este caso já custou ao cofres do Estado quase 5 mil milhões de euros.

  • Prisão preventiva para marroquino suspeito de apoiar o Daesh

    País

    O juiz do Tribunal Central de Instrução Criminal impôs esta quinta-feira prisão preventiva ao cidadão marroquino, detido na Alemanha e entregue a Portugal, suspeito de adesão e apoio ao grupo extremista Daesh e recrutamento e financiamento ao terrorismo.

  • "A isto chama-se pura hipocrisia"
    1:13

    Caso CGD

    Pedro Passos Coelho classifica a atuação do Governo na gestão da Caixa Geral de Depósitos como um "manual de cinismo político insuportável", declarações feitas pelo líder do PSD durante a reunião do Conselho Nacional em Lisboa.

  • O momento em que Trump quis ser um camionista

    Mundo

    O Presidente norte-americano Donald Trump reuniu-se esta quinta-feira com representantes da indústria de camionagem. Não é apenas do encontro que lhe falamos, mas principalmente da invulgar receção feita por Trump, que entrou para um camião, fingiu que o conduzia e buzinou... em pleno jardim da Casa Branca.

  • FBI investiga possível campanha de espiões russos contra Hillary
    0:57

    Mundo

    A suspeita de ligação entre a equipa de Donald Trump e operacionais russos está a aumentar. A CNN diz que a equipa do Presidente do Estados Unidos da América se coordenou com os russos para atingir Hillary Clinton. O FBI está a investigar registos telefónicos, de viagens, relatórios e transações para offshores.

  • Mais de 20 milhões estão a morrer à fome em África

    Mundo

    África enfrenta a maior crise desde 1945, com mais de 20 milhões de pessoas a morrer de fome em três países, Sudão do Sul, Somália e Nigéria, disse esta quinta-feira um responsável do Programa Alimentar Mundial das Nações Unidas.

  • Jovem violada em direto no Facebook não se sente em segurança

    Mundo

    A jovem de 15 anos que foi abusada sexualmente por cinco ou seis homens durante um vídeo em direto para o Facebook está a receber tratamento. A mãe da jovem deu uma entrevista, na qual disse que a filha já não se sente em segurança na sua vizinhança, depois de receber ameaças na internet.

  • Menina "rouba" chapéu ao Papa
    0:27

    Mundo

    Estella Westrick tem apenas três anos, mas já conseguiu chegar aos jornais de todo o mundo, depois de "roubar" o chapéu do Papa. Durante uma visita da família na quarta-feira ao Vaticano, a criança - que não parece estar muito contente no vídeo - foi pegada ao colo por um dos funcionários do Vaticano, que a levou depois até ao Papa. Nesta altura, Estella aproveitou para tirar o solidéu episcopal, arrancando gargalhadas de toda a gente, especialmente do Papa Francisco.

  • O edifício mais longo do mundo

    Mundo

    Se pensa que já viu tudo em relação aos edifícios mais longos e complexos do mundo, pense duas vezes. O edifício mais longo do mundo pode estar prestes a chegar e promete fazer de Nova Iorque uma cidade ainda mais atrativa.