sicnot

Perfil

Banif

Banif

Banif

Banco de investimento do Banif vendido à Bison Capital

A Oitante anunciou esta quinta-feira que vendeu o Banif - Banco de Investimento (BBI) à Bison Capital, sem revelar o montante do negócio, e que a nova dona do banco se comprometeu a injetar 10 milhões de euros na entidade.

"A Oitante selecionou a proposta apresentada pela Bison Capital Financial Holdings (Hong Kong) Limited, por ser aquela que apresentava as condições mais favoráveis à maximização da venda do BBI, incluindo a oferta de um valor de compra superior ao valor contabilístico dos capitais próprios do BBI", anunciou a sociedade-veículo que ficou com os ativos problemáticos do Banif no âmbito da resolução, sem adiantar o valor da alienação.

Em janeiro, o Banif - Banco de Investimento (BBI), que já tinha passado para a sociedade-veículo Oitante no âmbito da resolução do Banif, realizou um aumento de capital de 29,4 milhões de euros, ficando com um capital próprio de 114,4 milhões de euros.

Ainda na informação divulgada esta quinta-feira sobre a venda do Banco de Investimento do ex-Banif, a Oitante acrescenta que a Bison Capital "comprometeu-se a aumentar o capital social do BBI no valor de 10 milhões de euros no prazo de um ano a contar da efetiva transmissão das ações, prestações acessórias e obrigações subordinadas".

A Oitante estava a tentar alienar o BBI desde abril e, na semana passada, a 3 de agosto, celebrou um contrato de compra e venda de ações, prestações acessórias e obrigações subordinadas com a Bison Capital tendo em vista a alienação da sua participação no BBI, que correspondia a 100% do capital.

"As condições para a entrada em vigor do contrato foram, no dia 9 de agosto, verificadas na sua totalidade, encontrando-se agora a efetiva transmissão das ações, prestações acessórias e obrigações subordinadas dependentes da obtenção das autorizações regulatórias aplicáveis", afirma a Oitante em comunicado.

A 20 de dezembro do ano passado, o Governo e o Banco de Portugal anunciaram a resolução do Banif.

Parte dos ativos do banco passaram para Santander Totta por 150 milhões de euros e foi criada a sociedade-veículo Oitante para a qual foi transferida parte dos ativos que o Totta não quis, caso da Açoreana Seguros, que foi comprada recentemente pela Tranquilidade, ou o Banif - Banco de Investimento, agora alienado.

Já no Banif S.A. - o banco mau - ficaram as posições dos acionistas e obrigacionistas subordinados do Banif e as operações que o banco tinha no Brasil e em Cabo Verde.

O objetivo futuro é que esta entidade seja liquidada, como está já a acontecer com o BES mau.

Lusa

  • DJ Avicii morre aos 28 anos

    Cultura

    Tim Bergling, conhecido por Avicii e um dos mais famosos DJ's do mundo, morreu aos 28 anos. A notícia foi avançada pelo site TMZ, que adianta que o DJ e produtor sueco foi encontrado morto esta sexta-feira em Muscat, em Omã, e os detalhes da morte ainda não são conhecidos.

    SIC

  • Avicii tinha deixado os palcos há 2 anos por motivos de saúde
    2:14
  • "Não andámos a tomar calmantes, nem a dar abracinhos"
    0:52

    Desporto

    Rui Vitória recusa atirar a toalha ao chão. O treinador do Benfica acredita que ainda muito pode acontecer e revela a motivação da equipa depois da derrota com o FC Porto na Luz, que levou à perda da liderança a quatro jornadas do fim.

  • "Se não querem que vos baixem as calças, não se tornem modelos"

    Mundo

    "Se não querem que vos baixem as calças, não se tornem modelos", esta foi apenas uma das declarações de Karl Lagerfeld sobre as denúncias de abuso sexual, que estão a marcar o mundo do cinema, da música e da moda. Numa entrevista, o diretor criativo da Chanel e da Fendi declarou mesmo que estava farto do #MeToo, o movimento usado para denunciar estes casos de abusos por todo o mundo.

    SIC

  • Viagem de balão para ver as cerejeiras em flor
    14:27
  • Portugal compromete-se a enviar profissionais de saúde para África
    2:39
  • EUA acusam Síria de tentar apagar provas de alegado ataque químico em Douma
    1:28
  • Já pode escolher uma morte amiga do ambiente

    Mundo

    Preocupa-se com o ambiente? Recicla? Prefere andar a pé ou partilhar transportes? Então saiba que a partir de agora a morte também pode ser amiga do ambiente. Desde caixões degradáveis de vime a cremação líquida, já é possível diminuir o impacto ambiental da morte.

    SIC

  • Karlie Kloss, o "anjo" que quer ensinar raparigas a programar
    2:59