sicnot

Perfil

Benfica Campeão

Benfica Campeão

Benfica Campeão 2014/2015

"Futebol não pode pactuar com qualquer tipo de violência"

Luís Filipe Vieira lamenta incidentes ocorridos nas celebrações da conquista do título de bicampeão pelo Benfica. O dirigente do clube da Luz agradece aos adeptos que festejaram o feito benfiquista, mas sublinha que " o futebol não pode pactuar com qualquer tipo de violência".  

Luís Filipe Vieira, presidente do Benfica

Luís Filipe Vieira, presidente do Benfica

(Lusa/ Arquivo)

"É preciso que os responsáveis pela violência da noite passada sejam identificados e punidos. O futebol não precisa dos que ontem provocaram as cenas que vimos", diz Luís Filipe Vieira numa mensagem publicada no site oficial do clube.  


O presidente benfiquista refere-se em particular aos confrontos entre polícia e adeptos registados na praça do Marquês de Pombal, em Lisboa, e às "imagens da criança que em Guimarães assistiu à detenção do pai de forma violenta e sem razão aparente". 


"Vi milhares de jovens, centenas de crianças, famílias inteiras a festejar no Marquês. Foi para isso que trabalhámos durante todo o ano, foi para isso que idealizámos tudo o que foi preparado no Marquês. Infelizmente, uma minoria tentou estragar tudo aquilo que preparámos. Não sei se são benfiquistas ou apenas um grupo de vândalos profissionais. Sejam o que forem, têm de ser responsabilizados pelo que fizeram. O futebol não precisa deles", sublinha Luís Filipe Vieira.  


O dirigente desportivo faz também referência à atuação das forças de segurança: "há imagens que devem merecer a atenção e a abertura de inquérito por parte do Ministério da Administração Interna. É preciso apurar se, não houve, em alguns momentos, excessos por parte das forças de segurança". 



  • Tiroteio no Mississipi provoca oito mortos
    1:23

    Mundo

    Oito pessoas morreram, incluindo um polícia, depois de um tiroteio no estado norte-americano do Mississipi, nos Estados Unidos da América. O suspeito, um homem de 36 anos, já foi detido, mas as autoridades dizem que ainda é cedo para saber os motivos.

  • Milhares de brasileiros protestam na Praia de Copacabana contra Temer
    3:04
  • "Precisamos de uma melhor zona Euro"
    0:30