sicnot

Perfil

Benfica Campeão

Benfica Campeão

Benfica Campeão 2014/2015

PSP tinha "em cima da mesa" louvor para subcomissário de Guimarães

O comandante distrital da PSP de Braga tinha um louvor "em cima da mesa" para entregar ao subcomissário envolvido nas agressões a dois adeptos em Guimarães, registadas no domingo, informou esta quarta-feira fonte daquela força.

(Arquivo)

(Arquivo)

Em declarações à Lusa, a fonte acrescentou que aquele louvor pretendia distinguir os "relevantes" serviços do subcomissário Filipe Silva prestados primeiro em Braga e depois no comando da Esquadra de Investigação Criminal de Guimarães.

 

"Na semana passada, o louvor estava em cima da mesa do comandante distrital. Mas, perante o que aconteceu em Guimarães, e até que a situação esteja esclarecida, o louvor já não será entregue", disse ainda.

 

O subintendente Rui Matos, oficial de operações do Comando Distrital de Braga, disse à Lusa que Filipe Silva "é um excelente profissional".

 

No domingo, no final do jogo de futebol para a Superliga entre o Vitória de Guimarães e o Benfica, o subcomissário Filipe Silva foi filmado a agredir à bastonada José Magalhães, adepto do clube da Luz, na presença dos seus dois filhos menores.

 

O pai de José Magalhães também foi agredido, a murro.

 

No auto de notícia, o subcomissário escreveu que José Magalhães lhe deu uma cuspidela, o ameaçou e o injuriou.

 

José Magalhães já negou aquelas acusações, mas foi constituído arguido.

 

José Magalhães e o pai também apresentaram queixa contra o subcomissário.

 

O Ministério Público já abriu um inquérito, estando a investigar quer os crimes de que José Magalhães está indiciado, quer o alegado crime de abuso de poder por parte do subcomissário.

 

Filipe Silva já terá sido, segundo a edição de hoje do Correio da Manhã, alvo de uma outra queixa por parte de um outro adepto que diz ter sido agredido por ele, em abril, no final de um jogo de futebol entre o Vitória de Guimarães e o Braga.

Lusa

  • Crianças trocadas à nascença não querem mudar de pais

    Mundo

    Tem todos os ingredientes de um argumento de filme, mas aconteceu de facto na Índia. Dois bebés foram trocados à nascença na maternidade, os resultados de ADN confirmaram-no quase três anos depois, mas as crianças, atualmente com 2 anos e 10 meses, não querem mudar de família.

    SIC

  • Agressões e rascismo em escola de Portimão
    3:06

    País

    Queixas de agressões, insultos, discriminação e racismo numa escola básica de Portimão estão a ser alvo de um processo de averiguações, por parte da autarquia e da direção do agrupamento escolar. As denúncias partem de um grupo de pais e foram tornadas públicas pela organização SOS Racismo.  A principal visada é uma funcionária da cantina, mas também uma professora.

  • Os (maus) hábitos do português ao volante
    1:31