sicnot

Perfil

Benfica Campeão

Benfica Campeão

Benfica Campeão 2014/2015

PSP tinha "em cima da mesa" louvor para subcomissário de Guimarães

O comandante distrital da PSP de Braga tinha um louvor "em cima da mesa" para entregar ao subcomissário envolvido nas agressões a dois adeptos em Guimarães, registadas no domingo, informou esta quarta-feira fonte daquela força.

(Arquivo)

(Arquivo)

Em declarações à Lusa, a fonte acrescentou que aquele louvor pretendia distinguir os "relevantes" serviços do subcomissário Filipe Silva prestados primeiro em Braga e depois no comando da Esquadra de Investigação Criminal de Guimarães.

 

"Na semana passada, o louvor estava em cima da mesa do comandante distrital. Mas, perante o que aconteceu em Guimarães, e até que a situação esteja esclarecida, o louvor já não será entregue", disse ainda.

 

O subintendente Rui Matos, oficial de operações do Comando Distrital de Braga, disse à Lusa que Filipe Silva "é um excelente profissional".

 

No domingo, no final do jogo de futebol para a Superliga entre o Vitória de Guimarães e o Benfica, o subcomissário Filipe Silva foi filmado a agredir à bastonada José Magalhães, adepto do clube da Luz, na presença dos seus dois filhos menores.

 

O pai de José Magalhães também foi agredido, a murro.

 

No auto de notícia, o subcomissário escreveu que José Magalhães lhe deu uma cuspidela, o ameaçou e o injuriou.

 

José Magalhães já negou aquelas acusações, mas foi constituído arguido.

 

José Magalhães e o pai também apresentaram queixa contra o subcomissário.

 

O Ministério Público já abriu um inquérito, estando a investigar quer os crimes de que José Magalhães está indiciado, quer o alegado crime de abuso de poder por parte do subcomissário.

 

Filipe Silva já terá sido, segundo a edição de hoje do Correio da Manhã, alvo de uma outra queixa por parte de um outro adepto que diz ter sido agredido por ele, em abril, no final de um jogo de futebol entre o Vitória de Guimarães e o Braga.

Lusa

  • Bataglia deixou passar 12 milhões pela sua conta a pedido de Salgado
    2:05

    Operação Marquês

    O presidente da Escom e arguido na Operação Marquês Helder Bataglia terá admitido que Ricardo Salgado utilizou uma conta bancária do empresário, na Suíça, para passar 12 milhões de euros a Carlos Santos Silva, amigo de José Sócrates. O amigo de Sócrates e Bataglia terão combinado várias formas de não levantar suspeitas. A notícia é avançada pelo jornal Expresso na edição deste sábado.

  • Dirigente derrotado da Gâmbia concorda em ceder poder

    Mundo

    O ex-presidente e candidato derrotado das eleições na Gâmbia, Yahya Jammeh, concordou em ceder o poder ao novo Presidente do país, empossado na quinta-feira, indicou esta sexta-feira um responsável governamental senegalês.

  • Cantora brasileira conhecida pela "Lambada" terá sido assassinada
    1:25

    Mundo

    Terá sido assassinada a cantora brasileira conhecida em Portugal pela "lambada", um ritmo que marcou o fim dos anos 90. Foi encontrada carbonizada dentro do próprio carro depois de assaltada em casa. Três suspeitos suspeitos do homicídio da cantora Loalwa Braz foram já detidos.