sicnot

Perfil

Boko Haram

Boko Haram

Boko Haram

Boko Haram executa 10 pescadores no nordeste da Nigéria

O grupo extremista Boko Haram executou 10 pessoas em três aldeias próximas de Baga, nas margens do lago Chade, no nordeste da Nigéria, relataram hoje um responsável local e um habitante daquela zona.

Bandeira do grupo Boko Haram.

Bandeira do grupo Boko Haram.

© Joe Penney / Reuters

As vítimas eram pescadores e foram degoladas, segundo as mesmas fontes.

O ataque ocorreu na segunda-feira, mas a zona é muito isolada e as comunicações telefónicas quase não funcionam. As testemunhas tiveram de se descolar até Maiduguri, capital do Estado de Borno, cidade que fica a uma distância de mais de 100 quilómetros, para lançar o alerta.

"Na segunda-feira, o Boko Haram atacou três aldeias localizadas nas margens do rio Chade, onde executou 10 pessoas, todos pescadores", afirmou, em declarações à agência francesa AFP, o presidente do sindicato dos pescadores do Estado de Borno, Abubakar Gamandi.

Segundo o responsável local, os combatentes do grupo radical islâmico evitaram utilizar armas de fogo "para não atrair a atenção dos soldados em Baga" e usaram facas.

"Eles degolaram as 10 pessoas", disse Buhari Dan-Malam, um habitante de uma aldeia vizinha.

"Em Bundaram, mataram quatro pessoas, depois em Fishdam mataram duas pessoas e em Kwatar Mali, eles mataram outras quatro pessoas", acrescentou Abubakar Gamandi.

Várias aldeias piscatórias nesta região ficaram quase desertas em janeiro, após uma vaga de ataques perpetrados pelo Boko Haram.

Mas, segundo o presidente do sindicato dos pescadores de Borno, os habitantes de algumas aldeias consideradas como "livres do Boko Haram" começaram a regressar há cerca de um mês.

Sob a proteção do exército, os pescadores "relançaram o comércio de peixe e começaram a vender o peixe em Maiduguri", uma vez que a vida nos campos de deslocados "tornou-se muito difícil por causa da falta de comida", indicou Abubakar Gamandi.

O grupo fundamentalista Boko Haram pretende criar um estado islâmico no norte da Nigéria e está ativo no país desde 2009.

Lusa

  • Francês detido em Antuérpia "queria matar"

    Mundo

    O Presidente de França François Hollande afirmou que o francês detido esta quinta-feira por conduzir um automóvel a grande velocidade na principal rua pedonal de Antuérpia, na Bélgica, "queria matar" ou "provocar um acontecimento dramático".

  • Mais de 20 milhões estão a morrer à fome em África

    Mundo

    África enfrenta a maior crise desde 1945, com mais de 20 milhões de pessoas a morrer de fome em três países, Sudão do Sul, Somália e Nigéria, disse esta quinta-feira um responsável do Programa Alimentar Mundial das Nações Unidas.

  • Menina "rouba" chapéu ao Papa
    0:27

    Mundo

    Estella Westrick tem apenas três anos, mas já conseguiu chegar aos jornais de todo o mundo, depois de "roubar" o chapéu do Papa. Durante uma visita da família na quarta-feira ao Vaticano, a criança - que não parece estar muito contente no vídeo - foi pegada ao colo por um dos funcionários do Vaticano, que a levou depois até ao Papa para receber dois beijos. Nesta altura, Estella aproveitou para tirar o solidéu episcopal, arrancando gargalhadas de toda a gente, especialmente do Papa Francisco.

  • Jovem violada em direto no Facebook não se sente em segurança

    Mundo

    A jovem de 15 anos que foi abusada sexualmente por cinco ou seis homens durante um vídeo em direto para o Facebook está a receber tratamento. A mãe da jovem deu uma entrevista, na qual disse que a filha já não se sente em segurança na sua vizinhança, depois de receber ameaças na internet.

  • Letizia, uma rainha da nova geração
    2:01