sicnot

Perfil

Boko Haram

Boko Haram

Boko Haram

Atentado realizado por duas crianças nos Camarões faz oito mortos

Pelo menos oito pessoas morreram hoje nos Camarões num atentado suicida perpetrado por duas meninas, com cerca de 13 anos de idade, alegadamente recrutadas pelo grupo extremista nigeriano Boko Haram, segundo fontes locais citadas pela agência Efe.

As duas suicidas fizeram-se explodir durante um funeral na localidade de Nguetchéwé, explicou o porta-voz de um grupo de patrulha local.

Além dos oito mortos (incluindo as duas raparigas), cerca de vinte pessoas ficaram feriadas, disseram as mesmas fontes.

O atentado não foi ainda reivindicado, mas esta região é atacada com frequência por jihadistas nigerianos do Boko Haram.

O país já registou cerca de 30 ataques terroristas desde o início do ano perpetrados pelo Boko Haram, em que morreram 30 pessoas.

A 01 de fevereiro, os representantes da comunidade internacional reunidos na sede da União Africana em Addis Abeba para uma conferência de doadores prometeram 250 milhões de dólares para combater o movimento radical islâmico nigeriano Boko Haram.

"Dispomos de mais ou menos 250 milhões de dólares (231 milhões de euros)" para financiar a Força de Intervenção Conjunta Multinacional (MNJTF), que combate o Boko Haram na bacia do lago Chade, anunciou naquele dia Smail Chergui, comissário para a Paz e Segurança da União Africana (UA).

Chergui precisou que a Nigéria contribuiu com 110 milhões de dólares, a União Europeia com 50 milhões, o Reino Unido com oito milhões "já recebidos", a Suíça com quatro milhões de francos suíços (3,6 milhões de euros) e a Comunidade de Estados do Sahel-Saara com 1,5 milhões de dólares.

O chefe de Estado do Chade, Idriss Déby, novo presidente em exercício da UA, disse esperar que as promessas de contribuições sejam "honradas urgentemente para mostrar o firme empenho na luta contra o terrorismo".

Para combater o Boko Haram, os quatro países nas margens do lago Chade -- Nigéria, Camarões, Chade e Níger -- e o Benim criaram a referida força conjunta, que integra 8.700 militares, polícias e civis.

Para Chergui, aquela força tem feito "um trabalho notável" e "o Boko Haram já não ocupa o território como antes: estão escondidos na floresta", de onde saem para realizar os atentados terroristas.

"Foram obtidos grandes resultados e devemos consolidar o adquirido", afirmou.

O Boko Haram, que jurou lealdade ao grupo radical Estado Islâmico, já causou mais de 17 mil mortos e 2,6 milhões de deslocados na Nigéria, desde que iniciou a sua revolta, em 2009.

Lusa

  • Marco Silva vai treinar o Watford

    Desporto

    O treinador português Marco Silva assinou contrato com o Watford, da Liga Inglesa. O emblema que terminou a última Premier League na 17ª posição, a última antes dos lugares de descida, ganhou assim a corrida ao Crystal Palace e ao FC Porto, que também tentaram contratar o técnico.

  • "A maior conquista foi construir estabilidade"
    2:14

    Economia

    António Costa voltou esta sexta-feira a garantir que a partir de junho nenhum subsídio de desemprego será inferior a 421 euros por mês. O primeiro-ministro falava nas jornadas parlamentares do PS, onde afirmou que a estabilidade é a maior conquista deste Governo.

  • Com a multiplicação de bons indicadores económicos e financeiros do país, multiplicam-se os elogios ao Governo e declaram-se mortas e enterradas as políticas do passado recente, nomeadamente a da austeridade. Nada mais errado. O que os bons resultados agora alcançados provam definitivamente é que a austeridade resolveu de facto os problemas das contas públicas e, mais do que isso, contribuiu para o crescimento económico que foi garantido por reformas estruturais e pela reorientação do modelo económico.

    José Gomes Ferreira

  • Raízes de ciência e rebentos de esperança
    14:14
  • Portugal pode ser atingido por longos períodos de seca

    País

    Portugal e Espanha podem ser atingidos até 2100 por 'megasecas', períodos de seca de dez ou mais anos, segundo os piores cenários traçados num estudo da universidade britânica Newcastle, que tem a participação de uma investigadora portuguesa.

  • G7 reforça compromisso na luta contra o terrorismo
    2:11
  • Uma foto para a história

    Mundo

    As mulheres dos líderes mundiais que se reúnem nas cimeiras da NATO posam para a fotografia oficial das primeiras-damas. A deste ano é histórica. Pela primeira vez, há um marido de um primeiro-ministro entre as nove mulheres. Trata-se de Gauthier Destenay, casado com o líder do Luxemburgo.