sicnot

Perfil

Brexit

Brexit

Brexit

Fundador do Wikileaks defende saída do Reino Unido da União Europeia

O fundador da página Wikileaks, Julian Assange, mostrou-se hoje favorável à saída do Reino Unido da União Eurpopeia, que é usada para "encobrir" as decisões políticas do Governo britânico.

© Peter Nicholls / Reuters

"Há uma coisa que me afetou pessoalmente, que é ver como este Governo, o Governo de David Cameron, utiliza repetidamente a União Europeia para encobrir as suas próprias decisões políticas", disse Assange numa entrevista com a estação de televisão ITV.

O Reino Unido é mau para a União Europeia, mas a União Europeia também é má para o Reino Unido, porque permite que existe uma falta de responsabilidade democrática neste país", disse o ativista australiano que está há quatro anos refugiado dentro da embaixada do Ecuador em Londres para evitar a extradição para a Suécia.

A pouco mais de uma semana para a realização do referendo que vai decidir a permanência ou a saída do Reino Unido da União Europeia, Assange sustentou que os sucessivos governos britânicos escudaram-se na legislação europeia para não prestar contas aos cidadãos.

"Por exemplo, com a ordem de detenção europeia: no Reino Unido pensamos que se devia ter direito a um julgamento justo, com provas, juízes e advogados, mas no meu caso não tive nada disto, e isto não me afeta apenas a mim", argumentou o ativista.

Os britânicos vão às urnas no dia 23 de junho para responder à questão sobre se o Reino Unido deve ou não permanecer na União Europeia, com as sondagens a darem margens demasiado curtas para se definir uma tendência de voto.

Lusa

  • BE acusa direita de bloquear atual comissão à CGD
    1:37

    Caso CGD

    O Bloco de Esquerda acusa a oposição de estar a fazer tudo para impedir as conclusões da comissão de inquérito sobre a Caixa Geral de Depósitos que está em curso. Numa altura em que PSD e CDS já entregaram o requerimento para avançar com uma segunda comissão, Catarina Martins defende que ainda há muita coisa por apurar sobre o processo de recapitalização do banco público.

  • Visita de Costa a Angola pode estar em risco
    2:26

    País

    A visita de António Costa a Luanda poderá estar em risco devido à acusação da justiça portuguesa contra o vice-Presidente de Angola. O jornal Expresso avança que o comunicado com a reação dura do Governo angolano é apenas o primeiro passo e que pode até estar a ser preparado um conjunto de medidas contra Portugal. Para já, o primeiro-ministro português desvaloriza a ameaça e mantém a visita marcada para a primavera.