sicnot

Perfil

Brexit

Brexit

Brexit

Líder trabalhista pede mobilização do partido contra o Brexit

O líder do Partido Trabalhista britânico, Jeremy Corbyn, pediu aos militantes que se mobilizem contra a saída do Reino Unido da União Europeia -Brexit - nos nove dias de campanha que faltam para o referendo de dia 23.

© Dylan Martinez / Reuters

Corbyn, que tem sido acusado de falta de convicção na defesa da permanência do país na UE, elevou o tom das críticas aos que defendem o 'Brexit', depois de as sondagens mais recentes preverem uma vitória do "Sair".

Numa reunião em Londres com membros do seu "governo sombra" e líderes sindicais, Corbyn lançou um apelo a "todo o movimento trabalhista" para que mostre o seu apoio à permanência do país na UE.

"A posição do Partido Trabalhista e dos sindicatos é a de votar por ficarmos. Instamos os nossos militantes a refletirem cuidadosamente sobre a questão e a votarem pela permanência", disse o líder da oposição britânica.

"O voto pela saída é um voto que põe em risco o NHS (sistema nacional de saúde), que ficaria nas mãos daqueles que o querem destruir", afirmou, acusando a campanha pelo 'Brexit' de propagar "mentiras absolutas" ao afirmar que uma saída da UE aumentaria as verbas disponíveis para o NHS.

O líder trabalhista criticou por outro lado o ex-presidente da câmara de Londres, Boris Johnson, e o líder do Partido da Independência do Reino Unido (UKIP), Nigel Farage, que lideram a campanha a favor do 'Brexit', acusando-os de serem "lobos com pele de cordeiro" que escondem "a sua verdadeira agenda".

Corbyn, que num referendo semelhante realizado em 1975 votou pela saída do Reino Unido da então Comunidade Económica Europeia (CEE), tem defendido desta vez o voto pela permanência.

Até ao final de maio, as sondagens apontavam para uma vitória dos partidários da permanência, mas nas últimas semanas o campo do "sair" está em vantagem.

Uma dupla sondagem - por telefone e por internet - divulgada no domingo pelo diário The Guardian prognostica uma vitória do 'Brexit' com uma vantagem de seis pontos percentuais - 53% contra 47% -, assim como um estudo publicado pelo The Times, que prevê 46% de votos pela saída e 39% pela permanência.

Lusa

  • Zeca Afonso morreu há 30 anos
    1:11
  • Mariana Mortágua acusa Governo anterior de deixar escapar milhões para offshores
    1:39

    Opinião

    Mariana Mortágua e Adolfo Mesquita estiveram na Edição da Noite da SIC Notícias para mais um Esquerda Direita. Mariana Mortágua acusou o Governo anterior de, por opção ou negligência, ter deixado escapar 10 mil milhões de euros para offshores. Já Adolfo Mesquita Nunes, do CDS-PP, desvalorizou o assunto afirmando que serve apenas para desviar as atenções da questão da Caixa Geral de Depósitos

  • Compensa comprar a granel?
    8:39
  • Técnica de defesa contra aperto de mão de Donald Trump
    1:39
  • Vídeo mostra aterragem de Harrison Ford que quase causou um desastre

    Mundo

    Harrison Ford quase provocou um grave acidente quando, ao pilotar um dos seus aviões, falhou a pista de aterragem e esteve muito perto de chocar contra um um Boeing 737, com mais de 100 pessoas a bordo. O incidente com o ator norte-americano, considerado um piloto experiente, aconteceu na passada segunda-feira, dia 13, no Condado de Orange, na Califórnia, e o momento foi captado em vídeo.

  • Descoberta nova espécie de primatas em Angola

    Mundo

    Uma equipa britânica de cientistas descobriu uma nova espécie de galagos anões, um primata pertencente à família dos galonídeos - comum na África subsariana -, na floresta ameaçada da Kumbira, localizada na província do Cuanza Sul, noroeste de Angola.

  • Vestidos da princesa Diana em exposição
    1:29

    Mundo

    As roupas mais emblemáticas da princesa Diana vão estar em exposição no Palácio de Kensington, em Londres, a partir de sexta-feira. O objetivo é mostrar a evolução do estilo da princesa de Gales, considerada um dos maiores ícones de moda de sempre.