sicnot

Perfil

Brexit

Alegado homicida de deputada britânica é apoiante de grupo neonazi

Alegado homicida de deputada britânica é apoiante de grupo neonazi

O Reino Unido está de luto pela morte da deputada Joe Cox, com a campanha para o referendo suspensa e bandeiras a meia haste. O alegado homicida da deputada britânica assassinada numa rua de Birstall é apoiante de um grupo neonazi. O homem de 52 anos terá agido sozinho. As autoridades investigam o passado clínico do agressor e se o crime terá ou não motivações políticas.

  • Campanha suspensa depois de deputada britânica baleada
    2:05

    Brexit

    Jo Cox, 41 anos, foi hoje baleada em Birstall, no norte de Inglaterra. Foi internada no Hospital de Leeds onde acabou por morrer. A deputada era uma das vozes pró-Europa e também atenta à questão dos migrantes. A campanha do referendo sobre a permanência do Reino Unido na União Europeia foi suspensa.

  • Cameron lamenta a morte de Jo Cox e cancela viagem
    1:50

    Brexit

    Após a notícia da morte de Jo Cox, as reações chegaram a todo lado e invadiram as redes sociais. David Cameron lamentou a morte de Jo Cox através do Twitter, e antes já tinha cancelado a viagem a Gibraltar, ao saber do ataque à deputada. O primeiro-ministro britânico recordou ainda Cox como uma mulher corajosa. O líder trabalhista Jeremy Corbyn falou num partido emocionado com a perda. Já Alexis Tsipras escreveu que o ódio e os nacionalismos são inimigos comuns à Europa.

  • Homenagens à deputada inglesa multiplicam-se no Reino Unido
    3:38

    Brexit

    Depois da morte da deputada britânica Jo Cox no norte de Inglaterra, a campanha do referendo sobre a permanência do Reino Unido na União Europeia foi suspensa. Emanuel Nunes, correspondente da SIC em Londres, esteve em direto na Edição da Noite da SIC Notícias para falar dos últimos desenvolvimentos. O jornalita diz que as homenagens têm-se multiplicado um pouco por toda a Inglaterra. O Parlamento já colocou a bandeira a meia haste e apolícia continua sem divulgar mais informações.

  • Cameron diz que o Reino Unido atravessa um "momento terrível"
    0:40

    Brexit

    O primeiro ministro britânico decidiu suspender a campanha do referendo agendado para dia 23 de junho. David Cameron disse que o Reino Unido atravessa um momento terrível e por respeito à família da deputada Jo Cox, é justo deixar de lado as ações pró e contra a União Europeia.

  • Vala comum com 6 mil corpos em Mossul
    1:43
  • A menina que os pais queriam chamar "Allah"

    Mundo

    ZalyKha Graceful Lorraina Allah tem 22 meses, anda não sabe ler nem escrever mas já está no centro de um processo judicial contra o Estado da Georgia, nos EUA. Os pais, Elizabeth Handy e Bilal Walk, apoiados por uma ONG, exigem na justiça que o nome seja reconhecido na certidão de nascimento para que a criança possa ser inscrita na escola, na segurança social ou nos registos e notoriado. O casal já tem um filho de 3 anos que se chama Masterful Mosirah Aly Allah.