sicnot

Perfil

Brexit

Parlamento britânico homenageia Jo Cox a três dias do referendo

Parlamento britânico homenageia Jo Cox a três dias do referendo

A três dias do referendo à permanência do Reino Unido na União Europeia, o parlamento britânico homenageou Jo Cox, a deputada assassinada na quinta-feira. Um dos testemunhos mais emocionados foi proferido por uma deputada e amiga de Jo Cox. O líder trabalhista e primeiro-ministro britânico destacaram as qualidades da deputada assassinada.

  • Cameron diz que o Reino Unido atravessa um "momento terrível"
    0:40

    Brexit

    O primeiro ministro britânico decidiu suspender a campanha do referendo agendado para dia 23 de junho. David Cameron disse que o Reino Unido atravessa um momento terrível e por respeito à família da deputada Jo Cox, é justo deixar de lado as ações pró e contra a União Europeia.

  • Reino Unido em choque com homicídio de Jo Cox
    3:12

    Brexit

    O Reino Unido está em choque com o homicídio da deputada do partido trabalhista, considerada o rosto de uma nova geração de políticos. A tragédia de Jo Cox pode ter grande impacto no referendo sobre a saída da Grã-Bretanha na União Europeia.

  • Angela Merkel condena "ato terrível" contra deputada britânica
    0:25

    Mundo

    Angela Merkel reagiu ao assassínio da deputada britânica, Jo Cox, e fala numa tragédia "terrível". A Chanceler alemã reforçou ainda a importância do respeito mútuo independente das diferentes visões políticas, assim como defendeu que deve ser rejeitado qualquer tipo de radicalismo.

  • Jo Cox vivia com o marido e os filhos num barco no rio Tamisa
    2:57

    Brexit

    O Reino Unido continua em choque com a morte da deputada Jo Cox. A campanha ao referendo de dia 23 está suspensa até segunda-feira. No local onde Jo Cox foi assassinada, David Cameron apelou à tolerância e à união. A deputada ficou conhecida pelas posições pró-Europa e pela preocupação pelos migrantes. Jo Cox vivia com o marido e os dois filhos, num barco ancorado no Rio Tamisa.

  • "O meu nome é morte aos traidores e liberdade para o Reino Unido"
    1:57

    Brexit

    O homem que matou a deputada trabalhista britânica, Jo Cox, está a ser ouvido no Tribunal de Westminster. Logo no início da sessão quando os magistrados lhe perguntaram o nome, Thomas Mair respondeu de forma insólita dizendo: "o meu nome é morte aos traidores e liberdade para o Reino Unido". A campanha ao referendo de dia 23 continua suspensa. Os trabalhistas só deverão retomar as ações na segunda-feira.

  • Suspeito da morte da deputada britânica dá resposta insólita em tribunal
    2:03

    Brexit

    O suspeito pela morte da deputada Jo Cox foi já ouvido em tribunal e formalmente acusado de homicídio. Quando lhe perguntaram o nome na sala de audiências, Thomas Mair respondeu de forma insólita e disse: "O meu nome é morte aos traidores e liberdade para o Reino Unido". A campanha para o referendo do dia 23 está suspensa até segunda-feira.

  • Jo Cox lembrada como alguém que defendeu os pobres e oprimidos
    0:39

    Brexit

    Em Birstall, local onde foi morta a deputada britânica, realizam-se hoje as cerimónias fúnebres em homenagem a Jo Cox. Amanhã, também o parlamento britânico vai realizar uma sessão especial para honrar a memória da deputada. É lembrada como alguém que defendeu os pobres e os oprimidos e que lutou sempre pelas causas a que se entregava com um sorriso no rosto.

  • Prosseguem buscas por condutor da carrinha no ataque em Barcelona
    2:38