sicnot

Perfil

Brexit

Brexit

Brexit

Paris alerta que se Reino Unido sair da UE acaba-se o acesso ao mercado comum

O porta-voz do Governo francês, Stéphane Le Foll, disse hoje que, se os britânicos votarem pela saída da União Europeia, acabam-se as ajudas agrícolas e o acesso ao mercado único para o Reino Unido.

© Jon Nazca / Reuters

Le Foll, numa entrevista transmitida hoje pela estação de rádio France Info manifestou-se contra as "posições populistas" que defendem a saída do Reino Unido da União Europeia ('brexit'), referindo-se diretamente ao antigo presidente da Câmara de Londres, o conservador Boris Johnson, que centram o debate na imigração, evitando debater qualquer outro assunto.

"Se a Grã-Bretanha sair da União Europeia não haverá ajudas europeias para os agricultores britânicos. Acaba-se o acesso ao mercado único", afirmou o porta-voz do executivo de Paris.

Especificamente sobre estes aspetos, Le Foll recordou que a Suíça e a Noruega , que não pertencem à União Europeia, têm acesso ao mercado único porque negociaram um acordo especial que estabelece o que têm de pagar.

"Se a Grã-Bretanha quer pagar, terá que passar por uma negociação enquadrada em acordos comerciais e há impostos que não são negociáveis", sublinhou.

O referendo no Reino Unido - sobre a permanência ou saída da União Europeia - vai realizar-se na quinta-feira.

Lusa

  • Acusações dominam último debate sobre o referendo no Reino Unido

    Brexit

    Realizou-se, esta noite, o último debate televisivo da campanha do Brexit no Reino Unido. Frente a frente, na arena de Wembley, o antigo e o atual mayor de Londres, Boris Johnson, e Sadiq Khan, trocaram argumentos contra e a favor da permanência na União Europeia. No painel, participaram ainda a ministra da Energia e a líder dos trabalhistas da Escócia. Foi um debate muito aceso com acusações de ambos os lados de que o outro mente sobre a realidade dos temas que estão em discussão: a imigração e a economia principalmente. Perante uma audiência de seis mil pessoas, este foi o maior debate da campanha do referendo no Reino Unido.

  • Leão de Ouro de Souto de Moura faz "muito bem à alma" dos portugueses
    1:53
  • "Sonho com um futuro melhor", o desejo de um jovem sírio em Portugal
    2:12

    País

    Mais de 50 jovens sírios chegaram esta madrugada a Lisboa, para iniciarem o novo ano letivo, em Portugal. Sonham com um futuro melhor. Sonham com uma educação melhor. Os 54 estudantes vieram ao abrigo do programa lançado pelo antigo Presidente da República, Jorge Sampaio, que nos últimos anos já deu uma nova oportunidade a cerca de 200 alunos.

  • Na linha do triunfo
    16:49
  • Chamas do incêndio no Europa Park na Alemanha atingiram os 15 metros de altura
    0:57